Ouça agora na Rádio

Ouça agora

Irredutível, Ratinho Junior não deve apresentar nova proposta aos grevistas

Irredutível, Ratinho Junior não deve apresentar nova proposta aos grevistas

Postado em 28 de maio de 2020 por

Compartilhe agora
Agência Estadual de Notícias

No entanto, não houve avanço nas negociações. O chefe do Executivo disse aos deputados que não deve apresentar uma nova proposta aos grevistas.

Assim, de acordo com os servidores, a greve continua por tempo indeterminado. Com salários congelados há quatro anos e uma defasagem nos vencimentos que chega a 17%, dezenas de categorias cruzam os braços há 17 dias, desde 25 de junho. Os sindicatos exigem pelo menos o reconhecimento da data-base, calculada em 4,94% pelo índice IPCA. Duas propostas já foram recusadas pelas entidades que representam trabalhadores da Educação, Segurança Pública, Saúde, Agricultura e Abastecimento. A primeira oferta de Ratinho Junior foi de um reajuste de 0,5% em outubro e 1,5% em 2020. Depois da recusa, o Palácio Iguaçu ofereceu um reajuste inicial de 2%, mas só a partir de janeiro.

De acordo com interlocutores envolvidos no impasse entre servidores e governo, Ratinho Junior também pretende manter punições com descontos e lançamentos das faltas dos grevistas. O governador teria indicado também a manutenção das mudanças nas contatações dos servidores temporários (regime PSS), passando a aplicar provas em vez de considerar a experiência. Servidores discutem rumos da greve, mas pedem nova proposta a Ratinho Junior

A coordenação do Fórum das Entidades Sindicais (FES) vai se reunir nesta sexta-feira (12) com lideranças do governo estadual. Os representantes do funcionalismo público vão reiterar o pedido para que Ratinho Junior escreva e formalize uma nova proposta aos grevistas. O FES confirma, ainda, a manutenção da greve por tempo indeterminado. Alguns sindicatos, como a APP – que representa professores e trabalhadores em Educação – convocaram assembleias gerais para o sábado (13). No entanto, o comando de greve orientou as entidades para que mobilizem os servidores e intensifiquem os atos.

Agência Estadual de Notícias

Link da Notícia

Deixe um comentario

Estamos felizes por você ter optado por deixar um comentário. Lembre-se de que os comentários são moderados de acordo com nossa política de comentários.