Ouça agora na Rádio

Ouça agora

Mãe é assassinada e filho de quatro anos deixado sozinho dentro de carro

Mãe é assassinada e filho de quatro anos deixado sozinho dentro de carro

Postado em 28 de maio de 2020 por

Compartilhe agora
Polícia Civil

Uma cena chocante em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, na noite desta quarta-feira (16). Um menino de 4 anos estava sozinho dentro de um Renault Kwid branco, atolado no meio de um matagal na beira de um rio, às margens da rua Rotterdan, limite com Piraquara. O corpo da mãe dele, Beatriz Stefanichan de Almeida Santos, de 25 anos, foi encontrado boiando dentro da água, vítima de um assassinato.

O subtenente Valdir, do Batalhão de Polícia de Guarda, explicou que a situação entrou à Polícia Militar (PM) depois que um casal teria visto a mulher machucada dentro do carro. “A situação começou no fim da tarde, como se fosse um sequestro de um carro. Posteriormente, o veículo foi localizado neste local onde está agora. A criança foi resgatada e a mulher não, mas havia muito sangue no carro. Dentro do rio, então, encontramos o corpo submerso”, descreveu à Banda B.

A criança foi resgatada pela Força Nacional e entregue aos avós, de acordo com o investigador Sérgio Klaar, da Polícia Civil de Piraquara. “O menino estava dentro do carro, sozinho, e a Força Nacional chegou. Posteriormente, encontramos o corpo da mãe boiando dentro da água”, descreveu.

O investigador ainda explicou que o latrocínio (roubo seguido de morte) é uma hipótese, mas não a única linha de investigação. “Ainda estamos caminhando na investigação. Não dá para descartar nenhuma hipótese. Pelo o que conseguimos constatar, houve luta corporal dentro do carro. Apenas a perícia vai dizer a arma usada pelo assassino”, disse.

O corpo da mulher foi recolhido ao Instituto Médico Legal de Curitiba (IML).

Polícia Civil

Link da Notícia

Deixe um comentario

Estamos felizes por você ter optado por deixar um comentário. Lembre-se de que os comentários são moderados de acordo com nossa política de comentários.