public Notícia
Home/ Notícia
public Notícia

Mãe é presa após agredir filho de 2 anos e enviar vídeos à avó

CATVE

Um caso de agressão a uma criança de 2 anos chocou moradores de Campo Largo e Fazenda Rio Grande, região metropolitana de Curitiba, no fim de semana. Vídeos que circularam nas redes sociais mostram uma mulher agredindo seu filho pequeno por ele ter evacuado nas calças.

Na gravação, ela afirma que o filho "e;é relaxado e nojento igual ao pai"e;, enquanto puxa violentamente os cabelos do menino. A avó da criança afirma ter recebido os vídeos e encaminhou para familiares pedindo conselhos de como proceder sobre as agressões.

Os arquivos acabaram "e;viralizando"e; na internet, mostrando agressões e falas exaltadas da mulher. "e;Eu vejo esse menino e lembro do pai dele. Eu tenho ódio e raiva de olhar para a cara dele, com esse choro horroroso dele"e;, reclama em áudios enviados pelo Whatsapp. "e;Não dei para o Conselho Tutelar porque ninguém vai querer ele, nem o pai, nem as avós, nem ninguém"e;, diz.

"e;Na sexta à noite ela me mandou áudios e vídeos que me chocaram muito. Ela dizia que era para eu tomar uma providência senão ela mataria a criança, que não suportava mais vê-lo na frente dela"e;, afirmou. A avó acionou a delegacia de Fazenda Rio Grande e o Conselho Tutelar do município. "e;Essa não é a primeira vez. Com oito dias de nascido, ela já o abandonou no mato e dizia que preferiu matá-lo a passar a guarda pra mim"e;, contou emocionada.

A mulher se mudou com o filho recentemente para Campo Largo, onde vivia com o atual marido. Por isso, foi necessária uma ação conjunta das equipes policiais de ambas as cidades, que encontraram a criança ainda na tarde de sábado (1). "e;Eu disse que iria visitá-los e enviar um dinheiro para ajudar a situação e pedi o endereço, pois não sabia onde eles estavam vivendo. Ela me passou e a polícia foi realizar a prisão"e;, contou a avó.

De acordo com Juliana Theodoro, conselheira tutelar que atuou na ocorrência, a mulher estava exaltada durante a prisão. "e;Tanto ela quanto o cônjuge estavam muito nervosos. Então trouxemos a criança para Fazenda Rio Grande e ficará na guarda provisória com a mãe do pai biológico até que o processo seja encerrado e decisões sejam tomadas"e;, relatou.

O caso deve ser investigado pela Polícia Civil de Campo Largo.

CATVE

Link da Notícia

  • message
    Postado por
    Rádio Rota do Sol
  • today
    Data
    28 de maio de 2020
  • folder
    Categoria
    Locais/Regionais
  • code
    Feito por
    Sistema Plug
Copyright © 2021 Sistema Plug Todos os direitos reservados
Desenvolvimento Web Plug | J.S
Copyright © 2021 | Sistema Plug
Desenvolvido | Web Plug