public Notícia
Home/ Notícia
public Notícia

Relator dá parecer favorável à criação da Estrada-Parque Caminho do Colono

Assessoria Senado

O senador Elmano Férrer (PODE-PI) apresentou, nesta quarta-feira (10), parecer favorável ao projeto de lei que cria a Estrada-Parque Caminho do Colono no Parque Nacional do Iguaçu (PNI). O parlamentar é o relator da matéria (PLC 61/2013) na Comissão de Serviços de Infraestrutura. O parecer segue agora para a votação na Comissão.

Em seu parecer, o senador Elmano destaca que a criação de uma Estrada-Parque, no antigo leito da Estrada do Colono, poderia aumentar a proteção e a vigilância no interior do Parque e diminuir o seu isolamento, uma vez que aumentaria o acesso de visitantes e de moradores da região às riquezas do Parque, estabelecendo um "e;grupo de defensores voluntários"e; dos recursos naturais. O senador destaca que atualmente é comum a presença de invasores, a exemplo de caçadores e palmiteiros, na região.

Outro ponto de destaque no relatório é a expansão das áreas abertas à visitação pública no PNI, já que atualmente o uso público se restringe à área das Cataratas do Iguaçu. "e;A reabertura da estrada harmoniza-se com a atual situação das áreas protegidas localizadas no país vizinho, a Argentina. O Parque Nacional Iguazú, área protegida da Argentina lindeira ao Parque Nacional do Iguaçu (ou seja, o lado argentino desse conjunto de áreas protegidas no entorno das Cataratas do Iguaçu), tem estradas pavimentadas no seu interior, que atualmente viabilizam o deslocamento dos visitantes brasileiros. A abertura da Estrada do Colono fomentaria o ecoturismo nessa região do Paraná"e;.

O relator destaca ainda os diversos requisitos para a criação e operação da Estrada-Parque, conforme as regras do projeto sobre horários de funcionamento, tipos de veículos – com vedação a veículos de carga -, estruturas para passagem de fauna, tipo de pavimentação, etc. 

"e;No Brasil, um exemplo desse tipo foi recentemente implantado no estado de São Paulo: uma estrada-parque de 35 km que atravessa uma unidade de conservação de proteção integral, o Parque Estadual Carlos Botelho (PECB). Essa estrada objetiva assegurar a preservação ambiental e a sustentabilidade da região estimulando o desenvolvimento do ecoturismo responsável"e;, observou. 

De autoria do então deputado federal Assis do Couto (PDT-PR), o projeto foi aprovado pela Câmara Federal em 2013 e, em função de um requerimento do então senador Roberto Requião (MDB-PR) ficou parado no Senado por cinco anos. No início de 2019, a matéria foi arquivada e o senador Álvaro Dias (PODE-PR) apresentou requerimento pedindo o seu desarquivamento e o projeto voltou a tramitar.

"e;Sempre existiu e existe uma esperança que esse assunto seja resolvido um dia. Para o bem do parque e para o bem da população. O movimento que a comunidade fez e continua fazendo é muito importante, o papel do senador Álvaro Dias também é importante e estou muito feliz pelo parecer do relator, um parecer bem fundamentado e que condiz com aquilo que a gente pensa e com o que a comunidade espera"e;, afirmou Assis do Couto. 

E para os que são ideologicamente contra o projeto por entender que ele pode, de alguma forma trazer prejuízos ambientais ao PNI, Assis do Couto ressalta que o "e;o projeto é fundamentalmente ambiental e contraria o fundamentalismo ambiental que sempre prevaleceu sobre este assunto. É hora de olhar para frente, agora vai"e;.

No Senado, o PLC será apreciado pelas Comissões de Serviços de Infraestrutura (CI); de Meio Ambiente (CMA); e de Desenvolvimento Regional e Turismo (CDR), cabendo à última a decisão terminativa. 

Assessoria Senado

Link da Notícia

  • message
    Postado por
    Rádio Rota do Sol
  • today
    Data
    28 de maio de 2020
  • folder
    Categoria
    Locais/Regionais
  • code
    Feito por
    Sistema Plug
Copyright © 2020 Sistema Plug Todos os direitos reservados
Desenvolvimento Web Plug | J.S
Copyright © 2020 | Sistema Plug
Desenvolvido | Web Plug