public Notícia
Home/ Notícia
public Notícia

Restos mortais de mulher assassinada são localizados após um ano

15ª SDP (Subdivisão Policial).

O corpo de uma jovem de 28 anos, assassinada há cerca de um ano, foi localizado por equipes da Polícia Militar e da Delegacia de Homicídios na madrugada de quinta-feira (19), no distrito de Rio do Salto, área rural de Cascavel. O caso veio à tona após a prisão do principal suspeito do crime na noite de quarta (18), por violência doméstica.

O rapaz de 27 anos foi detido pela PM na Rua Rio Verde, no Loteamento Riviera, após agredir a amásia, uma mulher de 58 anos. A vítima relatou à equipe policial que o companheiro ameaçou-a de morte, além de agarrá-la pelo pescoço e tentar asfixiá-la. Segundo a mulher, ele aparentava estar sob efeito de drogas.

Após as agressões, a PM foi acionada e realizou a prisão do rapaz, que foi encaminhado a 15ª SDP (Subdivisão Policial). Já na delegacia, a mulher revelou que o companheiro havia assassinado a nora dela, Oracilda Aparecida Rodrigues, a pauladas. O crime ocorreu há aproximadamente um ano, mas ela não denunciou o caso à polícia porque era ameaçada constantemente pelo suspeito.

Ainda conforme a mulher, o amásio havia ido a Rio do Salto durante a tarde de quarta, na companhia de um adolescente. Eles foram até o local onde o corpo de Oracilda estava enterrado. O suspeito, então, desenterrou e ateou fogo nos restos mortais da vítima, na tentativa de destruir as provas do homicídio.

Posteriormente, a Polícia Militar localizou o adolescente, que indicou onde estava a ossada da mulher. Segundo relatos do jovem, o suspeito afirmou que aquele seria seu "e;cemitério particular"e;, indicando que haveriam outros corpos ali enterrados. Entretanto, ele não revelou porque decidiu ir até o local durante a tarde de quarta-feira.

A área foi isolada pela PM, até a chegada do Instituto de Criminalística, que realizou perícia e fez o recolhimento do pouco que sobrou do corpo da vítima. O caso deve ser investigado pela Delegacia de Homicídios, que também esteve no local e realizou os primeiros levantamentos sobre o crime.

O suspeito permanece detido na Cadeia Pública de Cascavel. Além do crime de violência doméstica contra a amásia, ele deve ser autuado em flagrante por ocultação de cadáver e responder pelo homicídio de Oracilda. Ao que tudo indica, a motivação do assassinato seria uma discussão entre autor e vítima.

Os restos mortais da vítima foram encaminhados ao IML (Instituto Médico-Legal) e deverão ser submetidos a exame de DNA para confirmar a identificação. O adolescente também foi levado à delegacia e liberado após prestar depoimento, já que, inicialmente, ele não teve participação no homicídio, nem na ocultação do cadáver.

15ª SDP (Subdivisão Policial).

Link da Notícia

  • message
    Postado por
    Rádio Rota do Sol
  • today
    Data
    28 de maio de 2020
  • folder
    Categoria
    Locais/Regionais
  • code
    Feito por
    Sistema Plug
Copyright © 2020 Sistema Plug Todos os direitos reservados
Desenvolvimento Web Plug | J.S
Copyright © 2020 | Sistema Plug
Desenvolvido | Web Plug