Ouça agora na Rádio

Ouça agora

No combate ao Covid-19, Santa Tereza do Oeste também decide fechar cidade no próximo fim de semana

No combate ao Covid-19, Santa Tereza do Oeste também decide fechar cidade no próximo fim de semana

Postado em 17 de junho de 2020 por

Compartilhe agora

De quinta-feira da semana passada até ontem foram confirmados no Município 32 casos…

Imagem divulgação!

O Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus (COE) de Santa Tereza do Oeste se reuniu com o prefeito, Elio Marciniak, o Kabelo, nesta terça-feira (16) pela manhã. O encontro durou aproximadamente 1 hora e o grupo pediu que sejam editadas, em caráter de urgência, novas regras de isolamento social. As autoridades estão assustadas com o grande volume de casos de coronavírus registrados durante os últimos dias no Município.

De quinta-feira (11) até ontem o município passou de 20 para 32 casos. Nesta terça-feira, 38 pessoas estão sendo mantidas sob isolamento domiciliar. O comitê pede regras mais rígidas para evitar novos contágios e diz que o sistema de saúde dá sinais de exaustão. Além disso, a estimativa é de que continuem surgindo outros casos, em função do percentual de contágio que vem sendo detectado nas unidades de saúde.PUBLICIDADE

Com base nesse pedido feito pelo COE e diante das argumentações, deve ser publicado ainda hoje um novo decreto. O texto da lei ainda está sendo elaborado. Mas o COE já adiantou que entre as principais decisões está o fechamento de bares, lanchonetes e conveniências. A decisão vale pelo prazo inicial de 15 dias, mas poderá ser estendida de acordo com o cenário a ser desvendado daqui por diante.

O COE adiantou ainda que fica excepcionalmente estabelecido fechamento de todas as atividades exceto, Farmácias, Pronto Socorro, Laboratórios e postos de combustíveis estritamente para abastecimento e delivery, este (até às 22 horas) nos dias 20(Sábado) e 21 (Domingo) No Município de Santa Tereza do Oeste.

No decreto que deverá ser publicado ainda nesta terça-feira os restaurantes de Santa Tereza podem trabalhar, mas terão que vender comidas apenas no sistema de A la carte (prato feito) e delivery.
Por enquanto as lojas do comércio podem manter o atendimento normal, assim como os bancos, mas terão que seguir o protocolo de ações estabelecido pela prefeitura, entre eles, o uso de máscaras e, na porta, a presença do álcool gel. Além disso, os estabelecimentos terão que promover rigoroso controle na movimentação interna.

O prefeito também decidiu impor o toque de recolher entre as 20 horas e seis horas do dia seguinte. A medida passará a valer a partir de hoje. “Tudo isso está sendo adotado, para poder fazer frente a superlotação dos hospitais e a limitada capacidade de atendimento dos pacientes”, justificou a secretária de Saúde, Gracieli Apolinário.

Ela citou que nestes últimos dias o Oeste paranaense vem se tornando o epicentro da doença e especialistas acreditam o Paraná está começando a entrar no ponto mais crítico, que é o famoso pico infeccioso.

“Estou tomando essa decisão com dor no coração. Esta é uma das piores notícias e eu nunca esperei passar por um momento assim. Ninguém gostaria de falar uma coisa dessas. Todos queremos trabalhar e sair, enfim. Mas é um caso extremo e por isso peço a compreensão da nossa população. Sei do sacrifício que estão fazendo, dos compromissos pessoais de cada um, mas tudo isso está sendo feito para cuidar da saúde de todos nos. No fim sairemos vencedores”, comentou entristecido, o prefeito.

Fonte: CGN

Deixe um comentario

Estamos felizes por você ter optado por deixar um comentário. Lembre-se de que os comentários são moderados de acordo com nossa política de comentários.