public Notícia
Home/ Notícia
public Notícia

Novos investimentos do setor de bebidas marcam semana no Paraná

Englobam cervejas, refrigerantes e sucos. Governador Ratinho Junior destaca que esses anúncios propiciam mais desenvolvimento e fortalecem as cadeias produtivas estaduais, além de estimularem novos empregos e inovação.

O governador Carlos Massa Ratinho Junior destacou nesta quinta-feira (21) os novos investimentos privados no setor de bebidas no Paraná. Eles englobam cervejas, refrigerantes e sucos. A Ambev alocará R$ 385 milhões em fábricas em Ponta Grossa (Campos Gerais) e Almirante Tamandaré (Região Metropolitana de Curitiba) e a Villa Puree outros R$ 5 milhões em Santo Antônio do Paraíso (Norte).

O governador ressaltou que além de gerar novos empregos e desenvolvimento tecnológico, os investimentos estão de acordo com o planejamento estadual de beneficiamento de itens do campo nas indústrias de alimentos e bebidas, gerando produtos com maior valor agregado. A inauguração da fábrica perto de Londrina ocorreu na segunda-feira (18) e o anúncio da Ambev nesta quarta-feira (20).

“É uma semana muito importante para o Paraná por causa do início da vacinação contra a Covid-19. Mas também porque inauguramos uma fábrica de polpa de frutas, que já está gerando novos empregos, e esse anúncio da Ambev, que tem a fábrica mais moderna do País em Ponta Grossa, ampliando a capacidade de produção das cervejas puro malte”, afirmou Ratinho Junior.

Ele ressaltou que esses empreendimentos propiciam mais desenvolvimento e fortalecem as cadeias produtivas do Estado, além de estimularem novos empregos e inovação. “A Ambev, por exemplo, é uma empresa brasileira com selo global. É uma honra que ela esteja no Paraná. Estamos investindo na indústria de transformação de alimentos e bebidas, inclusive com apoio técnico”, acrescentou o governador. “Queremos nos consolidar cada vez mais”.

A prefeita de Ponta Grossa, Elizabeth Schmidt, comemorou o investimento na cidade logo no início do mandato. “Significa progresso, emprego, credibilidade. Toda a população e Ponta Grossa fica feliz com o investimento”, afirmou. “A empresa tem um histórico com a cidade, com a família Thielen, com a Adriática. Começamos o ano com boas notícias para a cidade”.

AMBEV – A Ambev investirá R$ 370 milhões em sua cervejaria de Ponta Grossa, na região dos Campos Gerais, para ampliar a capacidade de produção de cervejas puro malte e uma nova linha de envase para abastecer o Sul e Sudeste do País, e R$ 15 milhões na fábrica de refrigerantes instalada em Almirante Tamandaré, que serão utilizados para ampliação da unidade, totalizando um investimento de R$ 385 milhões no Estado.

A unidade de Ponta Grossa é a mais moderna da Ambev no País, com tecnologias da indústria 4.0. A planta produz cervejas como Brahma Duplo Malte, Serramalte, Original e Budweiser, dentre outras. O aumento da capacidade de produção atende a crescente demanda dos consumidores brasileiros por cervejas puro malte e premium.

“Já temos essa cerveja em Ponta Grossa e identificamos a necessidade de aumentar a capacidade produtiva. Temos uma planta evoluída tecnologicamente, é o local perfeito para ter segurança para esse investimento. É uma fábrica que também funciona como laboratório”, afirmou o vice-presidente de Relações Corporativas da Ambev na América do Sul, Ricardo Gonçalves Melo. “A acolhida do Governo do Estado e da prefeitura foram sensacionais e a qualidade da mão e obra da região é um diferencial”.

VILA PUREE – O investimento privado da Villa Puree é de R$ 5 milhões, com a geração inicial de 22 empregos diretos. Na primeira etapa estão previstas a extração de 300 toneladas de polpa por mês, dividida entre as culturas de abacaxi, ameixa, goiaba, manga, maracujá, morango, pêssego e pitaya. O projeto prevê uma segunda fase, a partir de 2022, com o despolpe de 1.800 toneladas por mês. A área total com plantação é de aproximadamente 605 hectares.

MERCADO – Os investimentos acompanham um crescimento na produção de bebidas no Estado em 2020, mesmo diante da pandemia provocada pelo novo coronavírus. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), esse setor cresceu 5,2% entre janeiro e dezembro na comparação com o mesmo período de 2019. Apesar de acumular perdas no ano passado, a indústria paranaense acumula sete meses seguidos de alta depois de abril.

Fonte: AEN

  • message
    Postado por
    Rádio Rota do Sol
  • today
    Data
    21 de janeiro de 2021
  • folder
    Categoria
    Outros
  • code
    Feito por
    Sistema Plug
Copyright © 2021 Sistema Plug Todos os direitos reservados
Desenvolvimento Web Plug | J.S
Copyright © 2021 | Sistema Plug
Desenvolvido | Web Plug