Ouça agora na Rádio

Ouça agora

CONFIRMADOS MAIS 7 CASOS DE COVID-19 EM CATANDUVAS NESTA QUARTA-FEIRA, 21 DE JULHO DE 2020

novo-corona21072021

Postado em 21 de julho de 2021 por

Compartilhe agora

A Secretaria de Saúde de Catanduvas comunicou nesta quarta-feira (121/07), a confirmação de mais 7 casos de Covid-19 em nosso município. Agora Catanduvas soma 1022 casos confirmados da doença, sendo que 978 destes casos já estão curados, ainda de acordo com o novo boletim emitido nesta segunda, 14 casos considerados suspeitos aguardam os resultados dos exames e ao todo 37 pessoas estão sendo monitoradas. Catanduvas registrou até o momento 21 mortes causadas pela COVID-19, também segundo o novo boletim ainda restam 23 casos ativos no município, sendo que 1 desses casos está em internamento hospitalar.

NOTA INFORMATIVA

COVID-19

A Secretaria Municipal de Saúde de Catanduvas comunica mais 07 casos positivo de COVID-19.

Paciente do sexo feminino 30 anos e pacientes do sexo masculino 12, 16, 32, 41, 48 e 60 anos, encontram-se em isolamento domiciliar sem sinais de complicação até o momento e estão sendo monitorado pelo setor epidemiológico conforme prevê a legislação e protocolos.h

Informamos que conforme Lei 13.853/2019, é vedado a divulgação de dados pessoais dos pacientes suspeitos ou confirmados, sendo a violação destes direitos sujeitos a responsabilização administrativa, civil e criminal.

Reforçamos o pedido à população que cumpra as orientações de isolamento social e saiam de casa somente fazendo uso de máscaras como prevê a legislação e em casos de extrema necessidade. Pedimos ainda encarecidamente que você que está em isolamento que testou positivo ou está aguardando resultado de exames para COVID-19, respeitem as orientações da saúde e não saiam de casa.  O descumprimento poderá acarretar em:

Artigo 267 do Código Penal – Causar epidemia, mediante a propagação de germes patogênicos: Pena: reclusão, de 10 a 15 anos.

§ 1º – Se do fato resulta morte, a pena é aplicada em dobro.

§ 2º – No caso de culpa, a pena é de detenção, de 1 a 2 anos, ou, se resulta morte, de 2 a 4 anos.

Artigo 268 do Código Penal – Infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa. Detenção, de 1 mês a 1 ano, e multa.

Fonte: Assessoria

Deixe um comentario

Estamos felizes por você ter optado por deixar um comentário. Lembre-se de que os comentários são moderados de acordo com nossa política de comentários.