Ouça agora na Rádio

foto-locutor

Buscando...

Buscando...

Locais/Regionais

Compartilhe agora

Justiça bloqueia bens de ex-prefeito envolvido nas obras do Hospital Regional

Postado em 28 de maio de 2020 por

img-page-categoria

*Fonte imagem : Justiça bloqueia bens de ex-prefeito envolvido nas obras do Hospital Regional*


CATVE

O valor do bloqueio decretado pelo juízo da 1ª Vara da Fazenda Pública de Toledo é de R$ 3,2 milhões. A ação é referente a liberação do habite-se sem os laudos necessários citados na lei de código de obras do município, que incluem vistoria da Copel e Sanepar. 

A obra do hospital começou em 2012 e era para ser entregue um ano depois. Mas, até hoje está parada. Segundo o Ministério Público, a comissão municipal de urbanismo fez a solicitação do documento ainda em 2016, pouco tempo antes de vencer a data estipulada no convênio feito junto ao governo federal. 

Ainda segundo o promotor, com o termo de recebimento definitivo de obras em mãos, a empresa contratada abandonou a obra alegando que o município já havia atestado o fim da construção e recebeu a quantia restante que chega ao montante de R$ 887 mil.

Além do ex-prefeito, também são réus a secretária de saúde da época, o fiscal da obra, membros da Comissão Municipal de Urbanismo e da empresa construtora e do sócio-administrador do empreendimento. Além da condenação por improbidade administrativa, o Ministério Público requer, ainda, que os réus respondam por danos morais coletivos.

O ex-prefeito Beto Lunitti foi procurado pela nossa equipe, mas alegou que ainda não foi notificado formalmente pelo Ministério Público. Ainda em nota ele afirma que todas as atitudes do governo foram tomadas dentro da legalidade e moralidade.

Enquanto o empasse ainda não é resolvido, a população sofre com a falta de leitos e demora no atendimento nas unidades de saúde.

CATVE

Link da Notícia

Deixe um comentário

Ao enviar um comentário você concorda com nossas politicias de comentários, saiba no link ao lado. política de comentários