Ouça agora na Rádio

N Notícia

Comitê descarta acionamento de usinas termelétricas

FOTO: © Divulgação/Imagens da internet

Comitê descarta acionamento de usinas termelétricas

Da Agência Brasil - EBC

 

O Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE), ligado ao Ministério de Minas e Energia, decidiu, nesta quinta-feira (9), não acionar as usinas termelétricas mais caras, o chamado "despacho fora da ordem de mérito", a partir de sábado (11). A decisão foi tomada em reunião extraordinária do comitê, durante a qual foram analisadas as condições de suprimento eletroenergético em todo o Brasil.

De acordo com informações do colegiado, as bacias com os maiores reservatórios de acumulação do Sistema Interligado Nacional (SIN) - Grande, Paranaíba, Tocantins e São Francisco – seguem enfrentando anomalias que resultam em chuvas abaixo da média. Juntas, essas bacias representam 80% da capacidade de armazenamento do sistema. Foram registradas melhoras nas bacias dos rios Paranapanema, Tietê e nas bacias da região Sul, de acordo com diagnóstico do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS).

Para a próxima semana, a expectativa é de maior volume de chuvas na região central do Brasil e menor na Região Sul. Para a segunda semana, a indicação é de redução dos volumes pluviométricos na grande área central do Brasil, que poderão resultar abaixo da média histórica. Essa realidade deve persistir nos próximos 15 a 30 dias, segundo o comitê.

Apesar das dificuldades, o órgão informou que uma melhora no subsistema Sudeste/Centro-Oeste, que elevou a expectativa de armazenamento em cerca de 4% ao avaliado na reunião anterior fez com que não houvesse a decisão pelo acionamento da geração termelétrica mais cara.

Edição: Fernando Fraga
Helena Martins - Repórter da Agência Brasil
FONTE: Agência Brasil - EBC
Link Notícia