Ouça agora na Rádio

N Notícia

Tratamento para Febre Amarela

FOTO: © Divulgação/Imagens da internet

Tratamento para Febre Amarela

O tratamento para febre amarela deve ser orientado por um clínico geral e, normalmente, consiste apenas em aliviar os sintomas da doença, como febre, dor de cabeça, náuseas e vômitos.

Assim, é recomendado ficar em casa, de repouso, evitando ir a escola ou ao trabalho e investir na ingestão de 2 litros de água ou de água de coco por dia para evitar a desidratação provocada pelos vômitos. 

O chá de jurubeba é uma boa estratégia natural para complementar o tratamento em casa porque ele atua sobre o fígado, purificando-o. Veja como preparar este remédio caseiro aqui.

Remédios para febre amarela

Como não existe um remédio específico para tratar a febre amarela, o médico pode indicar que o tratamento seja feito de acordo com os sintomas que o indivíduo apresenta. A ribavirina é um remédio que atua no fígado e tem bons resultados, trazendo a cura da doença, mas deve ser usada em forma de injeção e no Brasil só é encontrada em forma de comprimido, por isso geralmente não é indicada.

Os remédios que o médico pode recomendar para que a pessoa se recupere mais rápido incluem:

  • Remédios antipiréticos, como o Paracetamol, de 8 em 8 horas para diminuir a febre e a dor de cabeça;
  • Remédios analgésicos, como Ibuprofeno ou Nimesulida, para aliviar as dores musculares;
  • Protetores do estômago, como Cimetidina e Ompeprazol, para evitar gastrite, úlcera e diminuir risco de sangramento;
  • Remédio contra vômito, como Metoclopramida para controlar os vômitos.

Não são recomendados os remédios que contenham ácido acetilsalicílico porque podem causar hemorragias e causar a morte, assim como acontece em caso de dengue. Alguns remédios que são contraindicados em caso de febre amarela são AAS, aspirina, Doril e Calamdor. Veja outros que também não podem ser usados contra febre amarela.

Nos casos mais graves, o tratamento deve ser feito em internamento no hospital com soro e remédios na veia, assim como oxigênio para evitar complicações graves, como hemorragias ou desidratação, que podem colocar em risco a vida do paciente.

Sinais de melhora 

Os sinais de melhora da febre amarela surgem 2 a 3 dias após o início do tratamento e incluem diminuição da febre, alívio das dores musculares e da dor de cabeça, assim como redução do número de vômitos.

Sinais de piora 

Os sinais de piora da febre amarela estão relacionados com a desidratação e, por isso, incluem aumento do número de vômitos, diminuição da quantidade de urina, cansaço excessivo e apatia. Nestes casos, é recomendado ir ao pronto-socorro para iniciar o tratamento adequado.

Complicações

As complicações afetam de 5 a 10% dos pacientes com febre amarela e neste caso o tratamento deve ser feito com internamento na UTI. Podem ser sinais de complicações a diminuição da urina, apatia, prostração, vômito com sangue e insuficiência renal, por exemplo. Quando o paciente chega neste estado deve ser levado para o hospital para que fique internado porque pode ser necessário fazer hemodiálise ou ser intubado, por exemplo.

FONTE: TUA SAÚDE / Dr. Arthur Frazão / Clínico geral
Link Notícia