Ouça agora na Rádio

N Notícia

© Divulgação/Wikimedia Commons

FOTO: © Divulgação/Wikimedia Commons

Ministério Público investiga Cristiane Brasil por envolvimento com tráfico

Segundo a denúncia, assessores da deputada e 'quase' ministra do Trabalho, teriam feito pagamentos a traficantes para fazer campanha.

Todas as informações compartilhadas Sputnik Brasil

Segundo reportagem divulgada pelo jornal Estado de São Paulo, a deputada federal que chegou a ser nomeada recentemente para o cargo de Ministra do Trabalho está sendo investigada por envolvimento com o tráfico de drogas devido a supostos pagamentos que membros de sua campanha teriam feito a traficantes em 2010.

A denúncia contra Cristiane Brasil (PTB-RJ), Marcus Vinícius (PTB), ex-cunhado da parlamentar, além de três assesores de Cristiane, foi enviada para a Procuradoria Geral da República na sexta-feira (2).

O acusação afirma que os envolvidos deram dinheiro aos traficantes de Cavalcanti, bairro da zona norte do Rio dde Janeiro onde a deputada teria ampla base eleitoral.

À época, 2010, Cristiane era vereadora e estava à frente de uma secretaria municipal no Rio de Janeiro, governado pelo então prefeito Eduardo Paes (PMDB). A acusação afirma que seus assessores teriam pago aos traficantes para que tivessem exclusividade de campanha na região.

No entanto, ela não se candidatou no ano, mas apoiou a candidatura de Marcus Vinícius para a reeleição. Já em 2014, Cristiane foi eleita deputada federal. Tanto ela quanto Marcus negam as acusações, segundo a reportagem.

A acusação também afirma que líderes comunitários teriam sido ameaçados por se recusarem a participar da campanha na região. Alguns teriam sido reunidos e levados às lideranças do tráfico na região. Segundo o depoimento dos denunciantes, o assessor envolvido tinha a intenção de que essas pessoas fossem ameaçadas de espancamento e morte caso se recusassem a participar. Uma líder comunitária confirmou que fora ameaçada por não querer fazer a panfletagem.

O inquérito corre desde 2010, mas após o envolvimento do Ministério Público do Rio, a denúncia foi levada ao MPF e agora à Procuradoria Geral da República.

Cristiane Brasil tem foro especial no Supremo Tribunal Federal.

Quase Ministra

Há um mês, a deputada federal foi apontada por Michel Temer para o cargo de Ministra do Trabalho. Desde então, uma série de reviravoltas impediram que ela assumisse o cargo. A indicação é fruto de negociação para apoio do PTB ao governo Temer em relação à reforma de previdência.

Diversas decisões judiciais impediram que Cristiane assumisse o cargo, a última, realizada pelo próprio Supremo Tribunal Federal.

FONTE: SPUTNIK BRASIL
Link Notícia