NOTÍCIAS


Assassinado tesoureiro do PT: dois meses após crime acusado que é apoiador de Bolsonaro ainda não foi ouvido pela Justiça



Crime foi em 9 de julho. Marcelo Arruda foi morto a tiros por Jorge Guaranho na própria festa de aniversário que tinha tema o PT. Guaranho está preso desde 13 de agosto em Pinhais. O petista Marcelo Arruda (esq.) foi morto por Jorge Guaranho (dir.), apoiador de Bolsonaro Reprodução Nesta sexta-feira (9) completam dois meses do crime que resultou na morte do tesoureiro do PT de Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, Marcelo Arruda, morto pelo apoiador de Bolsonaro Jorge Guaranho. Até esta sexta (9) Guaranho – que está preso desde o dia 13 de agosto no Complexo Médico Penal (CMP) em Pinhais, na região metropolitana de Curitiba – ainda não foi ouvido pela Justiça. O crime foi em 9 de julho. Arruda foi morto a tiros por Jorge Guaranho na própria festa de aniversário que tinha tema o PT e o ex-presidente Lula. Veja outros detalhes do crime mais abaixo. Veja como foi o assassinato do tesoureiro do PT pelo apoiador de Bolsonaro, segundo a Polícia do PR O que se sabe sobre o assassinato de petista por apoiador de Bolsonaro no PR Na próxima quarta-feira (14) está marcada a primeira audiência de instrução do caso. Devem ser ouvidos na data testemunhas e informantes apresentados por defesa e acusação. Também serão ouvidos os peritos que elaboraram os laudos concluídos até o momento à pedido da defesa de Guaranho, que em 25 de agosto pediu mais prazo e novos laudos para apresentar a defesa do acusado à Justiça. Advogados de apoiador de Bolsonaro acusado de matar tesoureiro do PT pedem novos laudos e mais prazo para apresentar defesa à Justiça Nesta data está previsto também que Guaranho seja ouvido pela primeira vez após o crime. Veja também: Registros de acesso às imagens do local onde tesoureiro do PT foi morto por bolsonarista foram deletados, diz perícia Laudo mostra que policial bolsonarista atirou 3 vezes contra tesoureiro do PT, que revidou com 13 disparos Laudo encontra terra no carro de policial bolsonarista que matou petista no Paraná Relembre o caso O infográfico abaixo mostra a ordem dos acontecimentos no dia do crime: Entenda ordem dos acontecimentos no dia do assassinato do petista baleado em festa de aniversário, segundo a polícia Arte/g1 VÍDEOS: Mais assistidos g1 PR Veja mais notícias da região em g1 Oeste e Sudoeste.

Fonte: G1


09/09/2022 – Rota do Sol FM

SEGUE A @ROTADOSOLFM

(45) 3287-1475

rotadosolfm@hotmail.com
Boa Vista da Aparecida – PR
Rua Celmo Miranda, 802 – Alto da Colina

NO AR:
ROTA SERTANEJA