NOTÍCIAS


Câmeras usadas para monitorar onças do Parque Nacional do Iguaçu são furtadas | Oeste e Sudoeste


Duas câmeras usadas para monitorar as onças-pintadas do Parque Nacional do Iguaçu foram furtadas, de acordo com informações do Projeto Onças do Iguaçu repassadas nesta segunda-feira (5).Veja vídeo acima.

Os equipamentos furtados foram instalados há um mês para monitorar os felinos e obter dados para o censo 2022 das onças-pintadas no parque.

  • Onça-pintada inédita é flagrada por armadilha fotográfica no Parque Nacional do Iguaçu; VÍDEO
  • Novo filhote de onça-pintada é identificado no Parque Nacional do Iguaçu

A bióloga e coordenadora do projeto, Iara Barros, afirmou que além da perda dos equipamentos, o maior prejuízo é com relação aos dados sobre os animais do local que serão perdidos.

“Estamos no meio do senso 2022 para tentar atualizar o tamanho da população de onças pintadas do Parque. […] Chegamos em um dos locais e os criminosos cortaram o cabo de aço e furtaram as câmeras. Mas além delas, claro, os dados dentro delas. É muito difícil a gente conseguir recursos para comprar elas, é muito precioso o dado que está lá dentro. Agora se existe onça nesse ponto, a gente não sabe porque a câmera foi roubada”, explicou a bióloga.
Projeto conta com cerca de 80 armadilhas fotográficas instaladas no Parque Nacional do Iguaçu — Foto: Projeto Onças do Iguaçu

Projeto conta com cerca de 80 armadilhas fotográficas instaladas no Parque Nacional do Iguaçu — Foto: Projeto Onças do Iguaçu

A bióloga lembra que denuncias relacionadas ao caso podem ser feitas diretamente para a Polícia Ambiental pelo telefone (45) 3529-9045.

“Pedimos ajuda da comunidade […] se vocês sabem de alguém que roubou, que furtou essas armadilhas, denunciem. Não podemos continuar trabalhando dessa forma, nossas onças não merecem isso. Queremos recuperar nossos equipamentos, mas principalmente nossos dados e ajudar a cuidar das nossas onças”., reforçou a coordenadora do projeto.

Conforme Iara, no censo de 2020 foram furtadas 14 câmeras do projeto.

O Projeto Onças do Iguaçu divulga há cada dois anos censo com o número de onças no parque. De acordo com dados divulgados em dezembro de 2021, referentes a 2020, estima-se que, em média, 24 onças-pintadas vivam no lado brasileiro do Parque Nacional do Iguaçu.

Em relação ao censo anterior, houve uma redução da estimativa – que era de 28 animais.

Mas, por ser uma estimativa, os biólogos afirmam que estatisticamente o resultado apresentado é de estabilidade. Em todo o corredor verde do parque, o número de onças é estimado entre 76 e 106, informou o censo.

  • Pescadores flagram três onças-pintadas nadando e três sucuris no Rio Paraná; VÍDEO

Os dados sobre as onças são coletados por pesquisadores brasileiros e argentinos desde 2009. Em 12 anos, o número de onças na reserva quase dobrou.

Segundo o projeto, entre o Parque Nacional do Iguaçu (Brasil) e o Parque Nacional Iguazú (Argentina), a espécie saltou de uma população efetiva estimada em 50 indivíduos em 2008 para 90 indivíduos em 2016.

Por meio dos pontos de monitoramento entre Brasil e Argentina, foram coletadas 693 mil imagens, flagrantes que mostram como as onças se comportam longe da presença do homem.

VÍDEOS: Mais assistidos g1 PR



Fonte: G1


05/09/2022 – Rota do Sol FM

SEGUE A @ROTADOSOLFM

(45) 3287-1475

rotadosolfm@hotmail.com
Boa Vista da Aparecida – PR
Rua Celmo Miranda, 802 – Alto da Colina

NO AR:
CONEXÃO 107