NOTÍCIAS


Comerciante investigado por agredir criança de 11 anos após derrota do Palmeiras no Mundial pede desculpas


De acordo com a família do menino, a criança foi até mercearia onde o homem trabalhava e gritou “Palmeiras não tem Mundial”, no sábado (12).

O caso aconteceu em Campo Mourão, no centro-oeste do Paraná. Uma câmera de segurança registrou as agressões. Assista no vídeo acima.

A carta, que foi divulgada pelas advogadas que acompanham o caso, informa que o comerciante resolveu se afastar do trabalho para se retratar com as famílias envolvidas e com a sociedade.

“Nos próximos dias o Acusado se apresentará na Delegacia e estará à disposição da Justiça para responder por seus atos, visto que nada justifica referida atitude.”

Leia a carta na íntegra ao fim do texto.

Menino foi agredido em Campo Mourão — Foto: Arquivo pessoal

Menino foi agredido em Campo Mourão — Foto: Arquivo pessoal

Conforme boletim da Polícia Militar (PM), a vítima disse que foi segurada pelo pescoço e levou uma série de tapas na cabeça, além de xingamentos.

Nas imagens de câmera de segurança é possível ver o homem correndo atrás da criança e fazendo as agressões. Ele é contido por outra pessoa que aparece nas imagens.

Ainda segundo a família da criança, o menino chegou em casa assustado, com marcas no pescoço, e contou o acontecido.

A família também afirmou que as provocações de futebol eram comuns pelo homem sempre que o Santos, time da criança, perdia.

A Polícia Civil informou que instaurou um inquérito para apurar os fatos.

Polícia investiga caso de agressão a criança em Campo Mourão

Polícia investiga caso de agressão a criança em Campo Mourão

“O Acusado de agredir a criança no dia 12/02/22 (sábado), vem por meio desta informar que está arrependido de sua atitude e neste ato pede desculpas a criança, a família da mesma e a toda sociedade que se sentiu atingida por tal fato.

Informa-se, que não há nesses anos todos um só episódio que tenha sido apontado como comprometedor de sua idoneidade e conduta. Ao contrário, são anos trabalhando de forma honesta buscando sempre manter o sustento de sua família e filhos. Ademais, nos próximos dias o Acusado se apresentará na Delegacia e estará à disposição da Justiça para responder por seus atos, visto que nada justifica referida atitude.

Em razão do lamentável episódio que maculou sua conduta na sociedade, cujos reflexos negativos alcançam o seu ambiente familiar e de trabalho, mesmo optou, voluntariamente, por se afastar de seus afazeres, buscando se retratar diante das famílias envolvidas e de toda a sociedade mourãoense que sempre o ajudou em momentos difíceis de sua vida.

Por fim, informa-se que a proprietária do estabelecimento não se coaduna com esse tipo de atitude e que nunca aconteceu algo semelhante em seu estabelecimento comercial.”



Fonte: G1


15/02/2022 – Rota do Sol FM

SEGUE A @ROTADOSOLFM

(45) 3287-1475

rotadosolfm@hotmail.com
Boa Vista da Aparecida – PR
Rua Celmo Miranda, 802 – Alto da Colina

NO AR:
MANHÃ 107