NOTÍCIAS


Consumidores têm R$ 171 milhões para sacar do Nota Paraná


Consumidores têm, ao todo, mais de R$ 171 milhões disponíveis para saque no programa Nota Paraná. De acordo com a Secretaria da Fazenda, há participantes com saldo de mais de R$ 2 mil disponível. Confira:

  • 1,37 milhão de consumidores têm saldo de R$ 25 a R$ 200
  • 69 mil consumidores têm saldo de R$ 200 a R$ 2 mil
  • 685 consumidores têm saldo acima de R$ 2 mil

O alerta serve principalmente para aqueles que já estão cadastrados no programa mas esquecem de utilizar os créditos, ou para quem ainda não aderiu à iniciativa.

O Nota Paraná permite que o consumidor, ao pedir para informar seu CPF no cupom fiscal, receba de volta parte dos valores pagos em compras. O crédito pode ser usado para abatimento do IPVA ou para transferência direto na conta bancária.

Os consumidores cadastrados também participam mensalmente dos sorteios do Nota Paraná.

No aplicativo e no site do programa é possível conferir os valores acumulados disponíveis e realizar a transferência para a conta cadastrada.

Os créditos podem ser depositados em contas do titular de qualquer banco do Sistema Financeiro Nacional, desde que não seja Bolsa Família, Cartão Cidadão, Conta Fácil, Conta Benefício e Conta Salário.

  • LEIA MAIS: Moradora de Cambé ganha R$ 1 milhão em sorteio do Nota Paraná
  • Nota Paraná dobra número de bilhetes de sorteio de R$ 1 milhão para quem comprar gás de cozinha

O programa devolve ao consumidor parte do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) de acordo com o faturamento das empresas, sendo 15% para pequenas e 5% para grandes.

Segundo o governo do estado, em 2022, R$ 112,7 milhões em créditos foram devolvidos aos consumidores cadastrados. O crédito fica disponível por até doze meses.

Prêmio máximo do Nota Paraná é de R$ 1 milhão — Foto: Secretaria da Fazenda/Divulgação

Prêmio máximo do Nota Paraná é de R$ 1 milhão — Foto: Secretaria da Fazenda/Divulgação

O cálculo do crédito de cada nota fiscal é feito sempre no terceiro mês após a compra. Por exemplo, as compras efetuadas em abril/2022 serão calculadas em julho/2022, e assim sucessivamente. Esse é o prazo para que as informações necessárias para o cálculo dos créditos cheguem à Secretaria da Fazenda.

Para acumular créditos basta pedir ao estabelecimento comercial que registre o CPF ou CNPJ no documento fiscal.

VÍDEOS: os mais assistidos do g1 Paraná



Fonte: G1


22/04/2022 – Rota do Sol FM

SEGUE A @ROTADOSOLFM

(45) 3287-1475

rotadosolfm@hotmail.com
Boa Vista da Aparecida – PR
Rua Celmo Miranda, 802 – Alto da Colina

NO AR:
CONEXÃO 107