NOTÍCIAS


Criminosos deixaram para trás cerca de R$ 290 mil em armas em tentativa de assalto em Guarapuava, estima especialista


Segundo a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), os cerca de 30 criminosos que tentaram assaltar uma transportadora de valores abandonaram, enquanto fugiam, pelo menos 10 armas (Veja lista com valores abaixo).

Dois policiais militares e um morador ficaram feridos durante a ação que aterrorizou a cidade de quase 190 mil habitantes. Um suspeito foi detido e liberado após cinco horas de depoimento.

Ao g1, o advogado Ruben Schechter, presidente da Associação Brasileira das Empresas de Transporte de Valores (ABTV) e da Federação Nacional das Empresas de Transportes de Valores (Fenaval), explicou que grupos como o que atacou Guarapuava possuem duas formas de conseguir as armas: comprando, por meio do tráfico, ou alugando de intermediários.

Para o calculo de possível prejuízo de R$ 290 mil, estimado pelo especialista, foi adicionado 20% ao valor do armamento no mercado internacional. Esse percentual, conforme Schechter, foi definido a partir de análises de outros crimes monitorados pela ABTV.

Os criminosos têm acesso a estas armas, geralmente, pelo tráfico internacional. Às vezes, desvios ocorridos dentro de Forças Armadas em países vizinhos. Quando elas [armas] estão sendo traficadas, tem valor, em média, 20% acima do preço médio do mercado internacional”, explicou Schechter.

Das armas apreendidas, nove são de uso restrito das forças armadas, de acordo com Schechter. No Brasil, o controle deste tipo de equipamento é feito pela Diretoria de Fiscalização de Produtos Controlados (DFPC), do Exército Brasileiro.

Armas apreendidas em Guarapuava

ArmaQuantidadePreço estimadoUso
.50 BMG3Até R$ 70 milRestrito das forças armadas
Fuzil 7,62 (AK47)1Até R$ 6 milRestrito das forças armadas
Fuzil 5,564Até R$ 12 milRestrito das forças armadas
Espingarda Calibre 12 Combat1Até R$ 12 milPermitido
Pistola 9mm (com seletor de rajada)1Até R$ 12 milRestrito das forças armadas

Ainda segundo Schechter, no caso de aluguéis de armas, quando os criminosos deixam equipamentos para trás, o prejuízo é ainda maior porque eles precisam, de alguma forma, compensar a perda.

O comportamento de aluguel de armas foi observado, de acordo com o advogado, em outros ataques similares.

  • De onde vêm armas, munições e explosivos usados por quadrilhas do ‘novo cangaço’ em ataques recentes a bancos no Brasil?

“Na perda destes equipamentos a gente observa que os criminosos tem dificuldade para repor, justamente, porque o acesso é mais complicado. E é comum neste tipo de empreitada criminosa, que eles se responsabilizem pelas armas, ou seja, se perderam, terão que repor de algum forma”.

Armas foram encontradas na área rural de Guarapuava — Foto: Divulgação/Polícia Militar

Armas foram encontradas na área rural de Guarapuava — Foto: Divulgação/Polícia Militar

Oito veículos de luxo utilizados durante a tentativa de assalto foram abandonados pelos criminosos e encontrados na zona rural de Guarapuava na segunda-feira (18), em uma estrada do distrito de Palmeirinha.

Pelo menos cinco dos carros, segundo a PM, são blindados.

Carros foram apreendidos em estrada rural, no interior do município — Foto: Marcelo Rocha/RPC

Carros foram apreendidos em estrada rural, no interior do município — Foto: Marcelo Rocha/RPC

Para Schechter, levando em consideração outros grandes assaltos a transportadoras ao redor do Brasil, os veículos não devem ter sido blindados pelos criminosos, mas, sim, roubados por eles com estas características.

O advogado informou que, para blindar veículos como os apreendidos, o custo seria de aproximadamente R$ 60 mil no mercado regular. Há, entretanto, dificuldade técnica para este tipo de serviço.

“Geralmente, para a blindagem de veículos no Brasil, os elementos como vidros, placas, que são utilizados em veículos de luxo, são produtos controlados pelo Exército e que são aplicados por blindadoras. Não temos muitos desvios deste tipo de material. É muito difícil, mas não é impossível. Pelo histórico que a gente observa, eles furtam veículos deste tipo em outros estados ou em outros países, como Paraguai, Argentina, Uruguai, Peru e Bolívia”.

Confira, abaixo, os carros apreendidos pela polícia:

  • DOIS SANTA FÉ
  • UM ASX
  • UM TIGUAN
  • UM FREELANDER
  • UM OUTLANDER
  • UM LAND ROVER
  • UM VIRTUS

A Polícia Militar não especificou, até o fechamento desta reportagem, quais dos carros apreendidos eram blindados.

“Por outro lado, este evento demonstra um resultado positivo frente à ação das empresas de valores, que investiram fortemente em elementos alternativos de segurança que pudessem viabilizar a proteção não só das empresas, mas também dos funcionários. Então, mesmo com a tomada da cidade, a gente observa vítimas, mas os vigilantes que estavam na base acabaram não sendo vitimados, uma coisa que costumava acontecer antigamente”, finalizou Schechter.

Um dos veículos estava com explosivos, segundo a polícia — Foto: Marcelo Rocha/RPC

Um dos veículos estava com explosivos, segundo a polícia — Foto: Marcelo Rocha/RPC

A tentativa de assalto a uma transportadora de valores de Guarapuava, na região central, e o ataque ao 16ª Batalhão da Polícia Militar (BPM) do município, ocorreram de maneira simultânea na noite do último domingo (17). A informação foi confirmada ao g1 pelo secretário de Estado Segurança Pública do Paraná, coronel Romulo Marinho Soares.

Veículo foi incendiado em frente à unidade da PM, em Guarapuava — Foto: Eduardo Andrade/RPC

Veículo foi incendiado em frente à unidade da PM, em Guarapuava — Foto: Eduardo Andrade/RPC

Segundo o secretário, o intervalo de tempo entre a chegada dos assaltantes na cidade até a fuga, foi de cerca de cinco horas.

A polícia investiga a possível ligação do grupo que atuou na cidade em crimes similares em Criciúma (SC) e Araçatuba (SP).

Entenda, abaixo, a ordem cronológica da noite de terror em Guarapuava:

Cronologia da tentativa de assalto em Guarapuava — Foto:  Wagner Magalhães

Cronologia da tentativa de assalto em Guarapuava — Foto: Wagner Magalhães

Moradores de Guarapuava viveram noite de terror — Foto: Luisa Blanco/g1

Moradores de Guarapuava viveram noite de terror — Foto: Luisa Blanco/g1

Os relatos de moradores de Guarapuava são de uma noite e uma madrugada de terror, com barulho de tiros por toda a cidade.

Um vídeo mostra o momento em que moradores feitos reféns fazem um cordão humano durante a ação dos assaltantes. Nas imagens é possível ver pelo menos três homens de mãos dadas em uma rua que fica na região da empresa de transporte de valores, no bairro dos Estados.

Um carro também ficou atravessado na rua. Assista abaixo.

Vídeo mostra 'cordão humano' feito com reféns durante ataque à empresa em Guarapuava

Vídeo mostra ‘cordão humano’ feito com reféns durante ataque à empresa em Guarapuava

Na fuga, os criminosos fecharam os acessos da cidade. Após a ação, durante a madrugada, os moradores de Guarapuava foram orientados a não deixarem as casas, devido ao risco à segurança.

Os policiais feridos foram os cabos José Douglas Bonato e Ricieri Chagas. A polícia informou ao g1 Paraná que Bonato teve fratura na perna, foi operado e recebeu alta nesta quarta (20). Ele não corre risco de morrer.

Cabo contou que viatura foi alvejada logo após policiais saírem do batalhão — Foto: Divulgação/Kallyne Chagas

Cabo contou que viatura foi alvejada logo após policiais saírem do batalhão — Foto: Divulgação/Kallyne Chagas

O cabo Ricieri foi internado e intubado em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Ele está, segundo a polícia, em recuperação pós-cirúrgica do edema cerebral. O estado de saúde é grave, porém estável.

Moradores realizaram, na noite de terça-feira (19), uma vigília em frente ao hospital onde estão internados os dois policiais militares baleados.

O civil ferido foi atingido no braço por um tiro, enquanto estava em casa. Ele mora na região da transportadora. O homem recebeu atendimento médico em uma urgência municipal, foi liberado e passa bem, segundo apuração da RPC.

16º Batalhão de Guarapuava alvejado em ataque — Foto: Reprodução

16º Batalhão de Guarapuava alvejado em ataque — Foto: Reprodução

Vídeos da ‘Noite de Terror’ em Guarapuava:



Fonte: G1


21/04/2022 – Rota do Sol FM

SEGUE A @ROTADOSOLFM

(45) 3287-1475

rotadosolfm@hotmail.com
Boa Vista da Aparecida – PR
Rua Celmo Miranda, 802 – Alto da Colina

NO AR:
CONEXÃO 107