NOTÍCIAS


Defensoria Pública aciona corregedoria da Guarda Municipal sobre ação contra homem negro, em Curitiba


A informação foi confirmada por Antônio Vitor Barbosa de Almeida, coordenador do núcleo.

O ofício foi enviado na sexta-feira (17), após a DPE receber vídeos da ação gravados por testemunhas.

“Oficiamos a corregedoria da Guarda Municipal requerendo apuração do ocorrido diante das possíveis infrações perpetradas pelos agentes envolvidos. […] Nós acompanhamos a pauta da população em situação de rua. A visibilidade do tema é importante. O preconceito é muito grande”, afirmou Almeida.
  • Curitiba começa a testar câmeras nas fardas de guardas municipais

Parte da abordagem, que aconteceu no dia 28 de novembro, foi registrada em vídeo por pessoas que passavam pelo local. As gravações começaram a circular nas redes sociais na quarta-feira (15).

Nas imagens, dois guardas aparecem em cima do homem, que está rendido.

Uma testemunha, que preferiu não se identificar, disse ao g1 Paraná que ambos pressionaram o peito do homem contra o chão e que um deles estava com o joelho no pescoço do homem.

Ação da guarda foi na rua Cruz Machado — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Ação da guarda foi na rua Cruz Machado — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Outro guarda que acompanhava a ação empurrou uma mulher grávida que tentou se aproximar da abordagem e, pouco tempo depois, apontou uma arma para pessoas que acompanhavam a operação.

A testemunha disse que os guardas mostraram para ela três pedras de craque retiradas da boca do homem que foi abordado.

“Um deles me mostrou as pedras e disse ‘olha aqui quem você está defendendo’ […] Tentei muito conversar, mas falaram que eu estava tentando fazer show para postar na internet. Inclusive eu gritei bastante, fui muito incisiva, mas em nenhum momento pediram a minha documentação, mas pediram a do meu namorado, que é uma pessoa preta. É complicado”.

Conforme o vídeo avança, o número de agentes aumenta gradativamente.

Ao final do vídeo, é possível ver agentes levando o homem para uma viatura da Guarda Municipal.

Por padrão, segundo a prefeitura, detenções da guarda são enviadas à Delegacia da Polícia Civil, que faz os primeiros encaminhamentos legais.

A polícia não informou, entretanto, qual procedimento foi realizado com o detido na delegacia.

O Departamento Penitenciário, responsável pelos presos do Paraná, informou que, no dia da ocorrência, não há registro do homem nas centrais de triagem, o que significa que ele não foi preso.

O nome do homem não foi divulgado.

O que diz a Guarda Municipal

Na semana passada, em nota, a Secretaria Municipal de Defesa Social e Trânsito disse que determinou a imediata apuração dos fatos e que a investigação é conduzida pela corregedoria da Guarda Municipal. Não há data para a divulgação de um parecer.

Nesta segunda, a corregedoria informou que a apuração do caso continua.

Vídeos mais assistidos do g1 PR:



Fonte: G1


20/12/2021 – Rota do Sol FM

SEGUE A @ROTADOSOLFM

(45) 3287-1475

rotadosolfm@hotmail.com
Boa Vista da Aparecida – PR
Rua Celmo Miranda, 802 – Alto da Colina

NO AR:
LAÇO DO PEÃO