NOTÍCIAS


‘Estamos todos destruídos’, diz mulher que perdeu 5 familiares após latrocínio no Paraná | Oeste e Sudoeste


Sob forte comoção Elisa Mara Koc, falou sobre a dor que tem sentido após perder a mãe, os dois irmãos e os sobrinhos há pouco mais de um semana na zona rural de Realeza, no sudoeste do Paraná.

“Estamos todos destruídos, sem saber o que fazer. […] Só dizer que acabaram com cinco vidas inocentes e deixaram uma família, que estava tentando se recuperar de uma outra perda recente, extremamente destruída”, relatou emocionada Elisa.
  • Compartilhe no WhatsApp
  • Compartilhe no Telegram

Os crimes ocorreram em 19 de setembro. Uma quadrilha formada por três irmãos e outras duas pessoas, é suspeita pelas mortes, que são tratadas como latrocínio pela Polícia Civil. Veja detalhes do crime mais abaixo.

  • VEJA TAMBÉM: O que se sabe e o que falta esclarecer sobre assassinato de idosa, filhos, neto e namorada no Paraná

Elisa perdeu a mãe Amélia Koc, 75 anos e os dois irmãos Elso e Dirceu, de 54 anos e 49 anos, respectivamente. Ela perdeu também os sobrinhos Rafael Kauan Dobicz Koc, de 20 anos, e a namorada dele Jaqueline Daros, de 26 anos.

A mulher contou que há pouco mais de três meses um sobrinho dela, irmão de Rafael, morreu. A família ainda estava se recuperando da fatalidade. Elisa contou que eles são filhos de uma irmã dela, que também está extremamente abalada com as mortes.

“Tinha feito três meses da morte de um sobrinho, filho da mesma mãe desse sobrinho que morreu agora. Estamos devastados, sem acreditar que aconteceu tudo isso com nossa família”, disse Elisa.
Filho de Amélia, Dirceu Koc não resistiu aos ferimentos e também morreu — Foto: Arquivo pessoal

Filho de Amélia, Dirceu Koc não resistiu aos ferimentos e também morreu — Foto: Arquivo pessoal

A investigação aponta o crime como latrocínio, que é roubo seguido de morte, segundo o promotor de justiça e coordenador do Gaeco de Francisco Beltrão, Tiago Vacari.

Ele afirmou que o crime foi cometido por uma organização criminosa formada por três irmãos, com passagens pela polícia, e outras duas pessoas. No dia do crime eles levaram R$ 11 mil e o carro do jovem.

  • Idosa de 75 anos e filho são encontrados mortos em sítio em Realeza, diz PM
  • Polícia prende duas pessoas suspeitas de envolvimento na morte de idosa de 75 anos e filho, em Realeza

“O que sabemos até o momento, é que essa organização criminosa, que conta com três irmãos e outras duas pessoas, também já identificadas, foram até essa propriedade rural, roubaram R$ 11 mil que a idosa tinha feio de empréstimo, bem como o carro que era de propriedade do jovem que até então estava desaparecido”, afirmou o promotor.

Neto e a namorada: corpos foram encontrados em estado avançado de decomposição, diz polícia — Foto: Arquivo pessoal

Neto e a namorada: corpos foram encontrados em estado avançado de decomposição, diz polícia — Foto: Arquivo pessoal

Na quinta-feira (22) dois irmãos, um homem e uma mulher, foram presas em Cascavel, no oeste do estado, por envolvimento no crime. Segundo Tiago, a polícia chegou aos suspeitos através do veículo do jovem que foi roubado no dia do crime.

“Esse carro possivelmente foi levado para o Paraguai e nesse caminho foi identificado um segundo veículo que acompanha ele. Esse segundo carro foi encontrado em posse da irmã desse foragido”, afirmou Tiago.

  • Casal que estava desaparecido é encontrado morto; vítimas têm relação com idosa que teve corpo achado no Paraná

O foragido mencionado por Tiago, é o terceiro irmão envolvido no crime que está foragido, assim como outras duas pessoas. Os nomes dos suspeitos não foram divulgados.

O promotor informou que o Gaeco investiga para saber se os criminosos sabiam do empréstimo da idosa ou se foram ao local aleatoriamente.

Idosa foi encontrada morta dentro do banheiro da casa onde morava com os filhos  — Foto: Reprodução RPC

Idosa foi encontrada morta dentro do banheiro da casa onde morava com os filhos — Foto: Reprodução RPC

A idosa e o filho Elso foram encontrados mortos no dia 19 de setembro, na zona rural da cidade. Amélia estava no banheiro da casa. Perto dela foi encontrado um pedaço de madeira, usado para assassinar a mulher.

O filho Elso foi encontrado morto em um galpão próximo à residência. Ele estava amarrado. Ao lado dele estava outro irmão, Dirceu Koc de 49 anos, gravemente ferido e também amarrado.

Dirceu foi levado para o hospital em estado grave. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu na segunda-feira (26).

Os corpos do neto e da namorada foram encontrados na sexta-feira (23) em Capitão Leônidas Marques, também no sudoeste. A polícia não informou detalhes sobre como os corpos foram encontrados.

VÍDEOS: Mais assistidos g1 PR



Fonte: G1


27/09/2022 – Rota do Sol FM

SEGUE A @ROTADOSOLFM

(45) 3287-1475

rotadosolfm@hotmail.com
Boa Vista da Aparecida – PR
Rua Celmo Miranda, 802 – Alto da Colina

NO AR:
MANHÃ 107