NOTÍCIAS


'Eu não vou morrer', foram as últimas palavras de mulher assassinada pelo ex-namorado com golpe de estilete no Paraná, conta mãe | Paraná


“Eu vi tudo, eu estava perto. Ainda conversei com ela, falei ‘filha, seja forte, não morra’. Ela olhou para mim e a última frase que ela disse foi: ‘eu não vou morrer mãe, porque eu tenho minha filha para criar, eu não vou morrer'”, relatou Joana Soares de Camargo, mãe da vítima.

Francislaine de Camargo Santos tinha 33 anos, e foi morta pelo ex-namorado, de 49 anos, na última quinta-feira (8). Conforme o boletim de ocorrência da Polícia Militar (PM), o homem acertou a vítima no pescoço com um estilete. A mulher morreu no local.

“A minha vida agora é só chorar. Foi um pedaço de mim que esse desgraçado levou. Tirou tudo de mim, tudo”, disse a mãe.

  • Violência contra mulher: Veja os canais de denúncia disponíveis no Paraná
  • Estudo do TJ aponta companheiros de vítimas como autores de 94% dos feminicidíos registrados em cinco anos no Paraná

De acordo com a mãe da vítima, o suspeito não aceitava o fim do relacionamento, que durou cerca de cinco anos. Por conta da insistência do ex-namorado, Francislaine evitava sair sozinha.

“Sempre quando ela ia em uma festinha ou em um barzinho, ele ia atrás de nós. Ele ficava insistindo para voltar, fazia três meses que eles não estavam mais juntos”, contou Joana.

Ainda segundo a família, o suspeito ameaçou a vítima diversas vezes por meio de mensagens nas redes sociais, era violento quando consumia bebidas alcoólicas, mas nunca havia agredido fisicamente Francislaine.

Francislaine de Camargo Santos estava em uma festa com a mãe e uma amiga, quando foi abordada pelo ex-namorado que pediu para reatarem o relacionamento.

De acordo com Joana, a filha disse que não tinha interesse em voltar a se relacionar com o suspeito. Após a conversa o homem saiu do local.

Francislaine de Camargo Santos estava em festa com mãe e amiga antes de ser assassinada. — Foto: Arquivo Pessoal

Francislaine de Camargo Santos estava em festa com mãe e amiga antes de ser assassinada. — Foto: Arquivo Pessoal

A mãe da vítima contou que a filha estava dançando com uma senhora, quando o suspeito retornou à festa e feriu Francislaine com um golpe de estilete no pescoço.

Segundo a PC, na sequência, o homem tentou tirar a própria vida com a arma branca, mas foi socorrido e levado para um hospital em estado grave.

Francislaine de Camargo Santos foi morta pelo ex-namorado, que não aceitava o fim da relação. — Foto: Arquivo Pessoal

Francislaine de Camargo Santos foi morta pelo ex-namorado, que não aceitava o fim da relação. — Foto: Arquivo Pessoal

De acordo com a família, Francislaine de Camargo Santos tinha 33 anos e trabalhava como cuidadora de crianças em um hospital em Curitiba. Ela deixa uma filha de 13 anos.

“Ela era uma menina doce, carinhosa, conversava com todo mundo, era boa de coração. Eu não sei como isso foi acontecer logo com ela. Era a minha companheirinha. Onde eu ia, ela ia comigo. Antes de sair ela perguntava se podia ir, já para se proteger dele. Dessa vez eu fui para proteger ela e não deu tempo”, lamentou a mãe.

VÍDEOS: mais assistidos do g1 Paraná



Fonte: G1


10/09/2022 – Rota do Sol FM

SEGUE A @ROTADOSOLFM

(45) 3287-1475

rotadosolfm@hotmail.com
Boa Vista da Aparecida – PR
Rua Celmo Miranda, 802 – Alto da Colina

NO AR:
ROTA SERTANEJA