NOTÍCIAS


Ex-companheira morta por PM em Curitiba registrou Boletim de Ocorrência contra ele dias antes do crime, diz polícia | Paraná


Conforme a polícia, o PM Dyegho Henrique Almeida da Silva alvejou o carro em que estava a vítima, Franciele Cordeiro e Silva.

O suspeito permaneceu no carro com o corpo da vítima e, segundo a polícia, após cerca de quatro horas de negociação, cometeu suicídio.

  • Após matar ex-esposa em Curitiba, PM comete suicídio durante negociação para se entregar

Segundo a polícia, a motorista estava acompanhada de uma jovem.

No B.O. registrado pela vítima, ela relatou que teve um relacionamento com o policial por um ano e que os dois haviam se separado havia um mês. A mulher relatou que, na sexta-feira (9), o suspeito ligou para a casa dela e fez ameaças.

Depois de ela desligar o telefone, de acordo com a vítima, uma pessoa informou que o PM estava em frente à casa dela. No documento, a mulher disse que ligou para a Polícia Militar e alertou que o homem estava “transtornado” e rondando a residência.

No Boletim de Ocorrência, a vítima relatou que “como a casa estava alugada em nome dos dois”, o suspeito comunicou a saída do imóvel para a imobiliária, para tentar chantagear a vítima, obrigando-a a sair.

PM matou ex-companheira a tiros, no bairro Rebouças, em Curitiba — Foto: Reprodução/RPC

PM matou ex-companheira a tiros, no bairro Rebouças, em Curitiba — Foto: Reprodução/RPC

A Polícia Militar (PM) informou que se solidariza com os familiares das vítimas e lamentou o ocorrido. “Todos os procedimentos de segurança foram adotados pelas equipes policiais desde a primeira intervenção e as tratativas foram feitas de forma incessante”, disse a corporação.

A corporação disse também que as motivações serão devidamente apuradas posteriormente.

Conforme a polícia, haverá uma investigação militar e um procedimento foi encaminhado à Delegacia da Mulher para apuração do caso, para onde foi encaminhada a arma usada pelo policial no crime.

Até a publicação desta reportagem, não havia informações sobre as possíveis defesas das famílias dos envolvidos.

Câmeras de segurança registraram o momento em que o soldado atirou contra o veículo. Assista, abaixo.

Câmeras flagram policial atirando contra carro em Curitiba

Câmeras flagram policial atirando contra carro em Curitiba

Imagens mostram o soldado, que dirigia uma moto, parando o veículo da ex-esposa em uma rua do bairro Rebouças.

Na sequência, o homem atirou várias vezes. O vídeo mostra ainda a motorista do carro dando marcha à ré para tentar fugir.

Uma outra câmera registrou o momento em que o carro bateu em um outro veículo, que vinha atrás. Em seguida, uma jovem aparece correndo pela rua.

PM mata ex-esposa em rua de Curitiba — Foto: Grupo Mira Notícias

PM mata ex-esposa em rua de Curitiba — Foto: Grupo Mira Notícias

Uma testemunha, que estava em uma loja próxima de onde o crime aconteceu, disse ao g1 que ouviu vários disparos. Segundo a testemunha, os tiros pararam por alguns segundos e, logo depois, novos disparos foram feitos.

“A gente imagina uns 10 tiros no total. Quando o pessoal saiu na porta aqui, já tinha um policial apontando uma arma para ele. O cara estava do outro lado do carro”, disse a testemunha.

Vídeos mostram que ruas do entorno foram fechadas para o atendimento da polícia. Testemunhas disseram que ficaram impedidas de sair de estabelecimentos próximos ao local.

Caso aconteceu no bairro Rebouças. Equipes da PM interditaram ruas — Foto: Imagem cedida

Caso aconteceu no bairro Rebouças. Equipes da PM interditaram ruas — Foto: Imagem cedida

Assista aos vídeos mais acessados do g1 PR:



Fonte: G1


14/09/2022 – Rota do Sol FM

SEGUE A @ROTADOSOLFM

(45) 3287-1475

rotadosolfm@hotmail.com
Boa Vista da Aparecida – PR
Rua Celmo Miranda, 802 – Alto da Colina

NO AR:
ROTA SERTANEJA