NOTÍCIAS


Ex-jogador é condenado pela morte de dirigente de clube de futebol no Paraná | Norte e Noroeste


O ex-jogador de futebol Vinícius Henrique Corsini foi condenado a 15 anos de prisão pela morte do empresário José Danílson Alves de Oliveira, de 58 anos. A vítima era dirigente esportivo do clube Nacional de Rolândia, no norte do Paraná.

O júri popular aconteceu nesta quinta-feira (22) e demorou 10 horas. A sentença saiu perto das 19h.

  • Ex-jogador acusado de matar dirigente do Nacional de Rolândia vai a júri popular
  • Júri popular de ex-jogador acusado de matar dirigente do Nacional de Rolândia é marcado para setembro

De acordo com a Polícia Civil, Danílson foi esfaqueado após discutir com o ex-atleta. O motivo seria uma suposta conversa que a vítima teve com a mãe do réu, em que teria assediado a mulher.

O crime aconteceu em 16 de setembro de 2020. Corsini foi sentenciado por homicídio duplamente qualificado por recurso que dificultou a defesa da vítima e por meio cruel.

Segundo a Polícia Civil, o ex-jogador, que atuou no Nacional, confessou o assassinato em depoimento na delegacia. Porém, ao ser ouvido na audiência de instrução, afirmou que não lembrava com precisão dos detalhes do homicídio.

No interrogatório, Corsini disse que, com o passar do tempo de convivência com José Danilson, o ódio que sentia só aumentou.

De acordo com as investigações, o ex-jogador tentou fugir de bicicleta, mas foi preso minutos depois de esfaquear o dirigente esportivo.

O g1 tenta contato com a defesa de Vinícius Corsini.



Fonte: G1


22/09/2022 – Rota do Sol FM

SEGUE A @ROTADOSOLFM

(45) 3287-1475

rotadosolfm@hotmail.com
Boa Vista da Aparecida – PR
Rua Celmo Miranda, 802 – Alto da Colina

NO AR:
TERRITÓRIO 107