NOTÍCIAS


Família paranaense mantém tradição do cultivo da uva por mais de 60 anos


Segundo a Secretaria da Agricultura, o Paraná ocupa a sexta posição na produção nacional de uvas. Em 2021, as Centrais de Abastecimento paranaenses movimentaram mais de noventa e cinco milhões de reais em uvas. Quatorze mil toneladas da fruta foram comercializadas.

Na região metropolitana de Curitiba, em Campo Largo, uma propriedade tem tradição no cultivo da uva. Os parreirais plantados no começo do ano 2000 são resultado de um sonho que começou muito antes.

“Foi com esses pés de uva, de videira, aqui que a gente começou a cultivar as vidas e começou a pegar gosto pelas plantas”, conta o produtor Guilherme Iareke.

Guilherme conta que encantou-se pelo parreiral quando ainda era uma criança. — Foto: Amanda Franco/ G1

Guilherme conta que encantou-se pelo parreiral quando ainda era uma criança. — Foto: Amanda Franco/ G1

As videiras que Guilherme cita foram plantadas há mais de 60 anos. O descente de poloneses, quando era criança, encantou-se pelo pequeno parreiral que o pai tinha plantado.

“Eu tinha 4 anos de idade quando ele plantou aqui. Eu lembro bem quando eles plantaram. Dois anos depois já estava produzindo, aí a gente já vinha chupar as uvas. Éramos tudo pirralhinhos e ele não gostava que a gente vinha tirar, porque que era pro vinho, não era para chupar, né”, relembra Iareke.

Na juventude, esse encanto pela produção de uvas aumentou e, na mesma proporção, foram aumentando os parreirais. Como o pai trabalhava na lavoura, Guilherme ficou responsável por cuidar das vidas e pegou gosto pelo trabalho. Hoje, são mais de 1.700 pés de uva.

Propriedade da família produz cerca de vinte toneladas de uva por ano. — Foto: Reprodução / TV TEM

Propriedade da família produz cerca de vinte toneladas de uva por ano. — Foto: Reprodução / TV TEM

Os cuidados com a produção seguem o ano inteiro, até chegar a hora mais esperada: a época da colheita. Guilherme tem a companhia da esposa Sirlei, que conta que a tendência para o cultivo da uva vem de berço. “Minha família produzia uva, minha família é italiana”, conta ela.

A propriedade produz cerca de vinte toneladas de uva por ano. Com o fruto, o casal produz geleias, doces, sucos e vinho, que se destaca na produção: são pelo menos sete mil garrafas todos os anos.

As uvas que hoje estão nos pés logo vão ser transformadas em bebida. Eles produzem vinho branco, rosê e tinto que são vendidos na região. “Hoje nós temos a uva Bordô que é o nosso carro chefe, a Niagara Branca, a Niagara Rosada, a Francesa e a Isabel”, explica Guilherme.

Guilherme e Sirlei dizem que moram num paraíso. E o produtor rural é grato pela parceria que tem com cada uma dessas videiras.

“A gente tem uma relação que eu sempre falava e falo pro pessoal, são as minhas meninas. Eu cuido delas e elas produzem o fruto. Faz mais de 40 anos que eu cuido das videiras e a gente tem um relacionamento fiel”, brinca o produtor.

VÍDEOS: reveja os vídeos do Caminhos do Campo



Fonte: G1


16/01/2022 – Rota do Sol FM

SEGUE A @ROTADOSOLFM

(45) 3287-1475

rotadosolfm@hotmail.com
Boa Vista da Aparecida – PR
Rua Celmo Miranda, 802 – Alto da Colina

NO AR:
AMOR SEM FIM