NOTÍCIAS


Filho de radialista assassinado no Paraná é preso suspeito de ser mandante do crime, diz polícia


As prisões aconteceram simultaneamente em Ubiratã, no oeste do estado, Campina da Lagoa, no centro-oeste do Paraná, e em Nova Mutum, no Mato Grosso, onde o filho foi localizado, segundo a polícia.

  • Radialista é morto e familiares são baleados durante tentativa de assalto, em Ubiratã

No dia do crime, pai e filho assistiam a um jogo de futebol quando um homem entrou na casa e anunciou o assalto. Também estava na casa a mulher do radialista. Os três foram atingidos por disparos de arma de fogo.

O nome do filho não foi divulgado.

Dinheiro foi a motivação do crime

Antônio Beckhauser trabalhava como radialista há mais de 20 anos — Foto: Rádio Difusora

Antônio Beckhauser trabalhava como radialista há mais de 20 anos — Foto: Rádio Difusora

De acordo com o delegado Ivo Viana, que investiga o caso, o filho foi atingido por um disparo na perna como parte de uma armação entre ele e os outros suspeitos presos.

Ainda conforme investigação, o homem de 35 anos encomendou a morte do pai e também da mãe, porque teria várias dívidas e viu uma oportunidade de quitá-las com a venda da casa da avó paterna avaliada em R$ 1 milhão.

Para a venda do imóvel, era necessária a assinatura do radialista uma vez que a avó é viúva. Contudo, de acordo com a polícia, os pais e o restante da família não concordavam com a venda da casa.

A investigação, conforme o delegado, começou como um latrocínio (roubo seguido de morte), mas, pela análise do local do crime, a polícia descobriu que se tratava de um homicídio encomendado pelo filho.

Segundo o delegado, o filho se mudou para Mato Grosso quando percebeu que as investigações levavam até ele.

O homem responderá por homicídio duplamente qualificado e tentativa de homicídio. Além disso, também responderá pelo crime de tráfico de drogas, uma vez que na casa onde foi preso foram encontradas drogas, segundo a polícia.

Conforme o delegado, os outros homens presos são: o suspeito de ter atirado nas vítimas, que está preso na cadeia de Campina da Lagoa, por outro homicídio, e Wellington Enrique de Souza Oliveira, que é suspeito de ter intermediado o contato entre o filho do radialista e o homem que atirou.

Os dois responderão por homicídio duplamente qualificado e tentativa de homicídio.

O advogado de defesa de Wellington, Edson Luiz Pagnussat informou que o suspeito não teve participação nos fatos e que a prisão é desproporcional. A defesa informou ainda que vai buscar os meios judiciais para revogar a prisão.

O g1 tenta contato com a defesa do outro suspeito.

No dia do crime pai e filho assistiam a um jogo de futebol, momento em que um homem invadiu a casa e exigiu carteiras e celulares, segundo a Polícia Militar (PM).

Ainda segundo a polícia, o radialista se levantou com as mãos para cima e não reagiu ao assalto. Apesar disso, o criminoso atirou contra a vítima e o filho dele.

O homem também ouviu barulhos em um quarto da casa e foi até o local, onde atirou contra a mulher do radialista, conforme a PM.

A mulher e o filho foram baleados duas vezes e socorridos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Já Antônio não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

O assaltante fugiu logo após os disparos sem levar nenhum objeto.



Fonte: G1


06/04/2022 – Rota do Sol FM

SEGUE A @ROTADOSOLFM

(45) 3287-1475

rotadosolfm@hotmail.com
Boa Vista da Aparecida – PR
Rua Celmo Miranda, 802 – Alto da Colina

NO AR:
NATIVO E SERTANEJO