NOTÍCIAS


'G.A.L.A' marca retorno do diretor Gerald Thomas ao Festival de Curitiba | Festival de Teatro de Curitiba


O Festival de Curitiba celebra sua 30ª edição com centenas de atrações e grandes nomes da classe artística, e a volta do diretor Gerald Thomas deve ser um dos pontos altos da programação. O renomado autor estreia “G.A.L.A”, no palco do Teatro Guairinha.

A peça, estrelada pela atriz Fabiana Gugli, mostra uma mulher em um barco à deriva, sozinha em um mundo tomado por uma pandemia, durante um desabafo existencial que expõe a solidão e a desesperança.

Com 45 minutos de duração, o monólogo será apresentado pela primeira vez a uma plateia de “pessoas de carne e osso” dentro de um teatro escuro.

Gerald Thomas coloca o espectador diante de um mundo desenfreado, surreal, tropicalista, e com uma mulher que briga até com o diretor dizendo “Beckett não está mais lá!” e “chega de Beckett!”, numa alusão ao dramaturgo irlandês Samuel Beckett, expoente do teatro do absurdo e de quem Gerald foi amigo pessoal.

O título da peça é inspirado em Gala Dalí, a múltipla artista russa que influenciou todas as vanguardas artísticas do começo do século 20, despertou ódios e amores célebres e foi esposa e parceira criativa de Salvador Dalí. O espetáculo também faz referência à elegância da personagem em uma noite de festa.

A atriz Fabiana Gugli conta que, ao receber o texto da nova peça, não fazia ideia de como ele poderia ser montado, mas reconhece isso como algo muito próprio da dramaturgia de Gerald.

“Nessa peça, especificamente, muitas imagens habitam este lugar onírico: uma mulher à deriva, rompendo uma relação, o rompimento com Beckett e seu universo, uma inversão de papéis entre musa (GALA) e criador, delírio, sonho, referências ao surrealismo, uma busca de sentido e uma imensa solidão. Por enquanto, ainda me sinto como a mulher da peça, à deriva. Não devo estar muito longe e logo, logo, devo chegar em algum lugar”, comenta Fabiana Gugli.

Além de marcar o retorno de Gerald Thomas, G.A.L.A também será a 10ª presença registrada do premiado autor e diretor no Festival de Curitiba. O artista estreou no festival em sua primeira edição, em 1992, com “The Flash and Crash Days”.

Depois, vieram “Império das Meias Verdades” (1993), “Don Juan” (1995), “Nowhere Man” (1996), “Os Reis do Iê-Iê-Iê” (1997). Após uma breve pausa, Thomas retornou em 2000, com “Coro e Camarim – Uma Tragédia Rave”.

Após um hiato de oito anos, “Rainha Mentira / Queen Liar” estreou em 2008, seguida por “Gargólios” (2012) e “Entre Dentes” (2014).

“G.A.L.A” terá duas apenas duas sessões, nos dias 29 e 30 de março, às 21h, na Mostra Lúcia Camargo.

  • Mostra Festival na Rua ocupa espaços públicos com arte gratuita
A volta de Gerald Thomas ao Festival deve ser um dos pontos altos da programação. — Foto: Divulgação/Nicolas Caratori

A volta de Gerald Thomas ao Festival deve ser um dos pontos altos da programação. — Foto: Divulgação/Nicolas Caratori

O que: G.A.L.A no 30.º Festival de Curitiba

Quando: 29 de março e 30 de abril às 21h

Onde: Guairinha (Rua XV de Novembro, 971 – Centro).

Valores: R$ 80,00 (inteira)

Ingressos: Ingressos: www.festivaldecuritiba.com.br e na bilheteria física exclusiva do Shopping Mueller (piso L2), de segunda-feira a sábado, das 10h às 22h; domingos e feriados, das 14h às 20h.

Veja os vídeos mais assistidos do g1 PR:



Fonte: G1


21/03/2022 – Rota do Sol FM

SEGUE A @ROTADOSOLFM

(45) 3287-1475

rotadosolfm@hotmail.com
Boa Vista da Aparecida – PR
Rua Celmo Miranda, 802 – Alto da Colina

NO AR:
ROTA SERTANEJA