NOTÍCIAS


Governador sanciona reajuste em piso salarial dos professores no Paraná


O valor representa um incremento de 48,7%, uma vez que o piso até então em vigor no Paraná era de R$ 3.730.

Os novos valores começam a ser pagos em janeiro de 2022.

A mudança atinge 66 mil professores da rede estadual de ensino, com reajuste médio de 20% em relação ao salário atual.

O projeto foi aprovado em três turnos na Assembleia Legislativa do estado antes de virar lei.

Também nesta segunda, o governador sancionou outras medidas que atingem a educação no estado: a abertura de duas mil vagas para a formação continuada dos docentes e o pagamento de gratificação a diretores e auxiliares das instituições.

Trâmite antes de virar lei

O projeto do governo do estado foi aprovado pela maioria dos parlamentares em 2ª e 3ª votação. Por conta de emendas, a proposta precisou passar por votação da redação final.

A medida, segundo a Secretaria de Estado da Educação (SEED), vai beneficiar mais de 22,4 mil profissionais em começo de carreira, entre servidores efetivos e temporários, além de ter reflexo na remuneração dos demais docentes que pertencem a outras classes salariais.

O texto foi aprovado sem grande resistência, mas sob forte contestação da oposição, que desde a apresentação da proposta avaliou o reajuste como insuficiente, alegando uma manobra do governo para “desmontar” a tabela de vencimento dos professores, prejudicando principalmente a magistratura no final da carreira.

  • Professores fizeram greve contra reajuste de salários apresentado pelo Governo do Paraná

A liderança do governo garantiu que a proposta é benéfica para a categoria.

O texto final do projeto foi aprovado com o complemento de uma subemenda que, entre outros prontos, alterou a evolução salarial dentro do mesmo nível de carreira, onde haverá uma diferença mínima de 1% entre uma classe e outra.

Outra mudança foi sobre o adicional noturno para os professores, que será contado a partir das 19h, enquanto para os agentes educacionais permanece a partir das 18h.

Após ser aprovado, o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Paraná (APP-Sindicato) se posicionou, em nota, dizendo que o projeto teve “mudanças significativas”.

“Não é o resultado que nós desejávamos, mas também não é o que o governo desejava. Ele pretendia acabar com os índices e decretar uma nova tabela a cada reajuste, sem respeitar a evolução da carreira”, afirmou Walkiria Mazeto, presidente da APP.

Vídeos mais assistidos do g1 PR:



Fonte: G1


20/12/2021 – Rota do Sol FM

SEGUE A @ROTADOSOLFM

(45) 3287-1475

rotadosolfm@hotmail.com
Boa Vista da Aparecida – PR
Rua Celmo Miranda, 802 – Alto da Colina

NO AR:
AMOR SEM FIM