NOTÍCIAS


Greve de trabalhadores do transporte coletivo entra no segundo dia em Foz do Iguaçu


Até 9h, os ônibus circularam com 100% da frota na cidade, composta por 66 ônibus atualmente. Depois deste horário, apenas 40% dos veículos circulam pelas ruas, de acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários (Sitrofi).

Conforme o sindicato, a grave acontece porque o Consórcio Sorriso não fez a renovação dos acordos coletivos de trabalho e como a nova concessionária assume serviço neste domingo (13), os trabalhadores temem ficar sem pagamentos.

  • Entenda a atual situação do transporte coletivo em Foz do Iguaçu

Além disso, segundo o representante do sindicato, Rodrigo Andrade de Souza, os trabalhadores querem a garantia de que serão contratados pela nova empresa, a Viação Santa Clara.

“Queremos que todos motoristas sejam contratados pela nova empresa. Estão há dois anos trabalhando com salários abaixo do mercado e agora que a situação poderá se resolver com a nova empresa, vão tirar todos?”, afirmou.

Ele informou que o Consórcio Sorriso procurou o sindicato e que irá encaminhar uma proposta com relação ao pagamento de retroativos dos salários até o início da tarde desta sexta-feira (11).

O g1 procurou o Consórcio Sorriso, mas não recebeu retorno até a publicação desta reportagem.

Conforme o sindicato, uma reunião com a nova empresa está marcada na tarde desta sexta-feira (11) para definir como ficará a situação dos motoristas. A informação foi confirmada pela assessoria da Viação Santa Clara, que informou que só irá se manifestar após a reunião.

A prefeitura afirmou que fará uma transmissão pela internet para explicar dúvidas sobre a mudança da empresa responsável pelo transporte público da cidade. Veja detalhes abaixo.

Para a auxiliar de enfermagem, Rosilda Aparecida Santos, a situação “está difícil” para os usuários e a greve “prejudica quem depende do transporte”.

“Ônibus sempre vêm cheios, atrasos, muita demora para a gente que está aguardando. Com a nova empresa a gente espera que dê uma melhorada. […] A greve não é justa porque não é a população que deve pagar pelo que os maiores (empresas) estão fazendo. A população não tem culpa disso e é quem sofre, principalmente quem depende do ônibus”, desabafou.

Explicação sobre novo transporte

Depois do anúncio da nova empresa que vai assumir o transporte público de Foz do Iguaçu, usuários do serviço questionaram a prefeitura sobre as mudanças e a nova operação.

De acordo com o Instituto de Transportes e Trânsito de Foz do Iguaçu (Foztrans), uma transmissão pelas redes sociais do órgão ocorre nesta sexta (11), às 19h, para explicar as alterações que passam a valer no domingo.

As informações são relacionadas a como ficarão os créditos comprados no cartão único do Consórcio Sorriso, a nova bilhetagem, e também horários, mudanças frota e no valor da passagem.

Segundo a prefeitura, o valor será mantido em R$ 4,30.

O transporte coletivo de Foz do Iguaçu enfrenta diversos problemas desde o início da pandemia. O Consórcio Sorriso, concessionária do serviço atualmente, retirou parte da frota de circulação gerando aglomerações e reclamação por parte dos usuários.

Após impasses, a prefeitura pediu o fim do contrato com a empresa.

Na cidade, esta é a segunda paralisação do serviço em menos de um mês. Em 22 de fevereiro, motoristas fizeram uma greve para exigir a renovação de acordo coletivo de trabalho e reajuste dos salários.

A categoria cobrava também o pagamento de vale alimentação por meio de cestas básicas. A greve terminou no dia 23 após a categoria aceitar a proposta do Consórcio Sorriso que previa o reajuste salarial proposto e a volta do pagamento de uma cesta básica.



Fonte: G1


11/03/2022 – Rota do Sol FM

SEGUE A @ROTADOSOLFM

(45) 3287-1475

rotadosolfm@hotmail.com
Boa Vista da Aparecida – PR
Rua Celmo Miranda, 802 – Alto da Colina

NO AR:
CONEXÃO 107