NOTÍCIAS


Guilherme Weber volta ao Festival de Curitiba, desta vez na direção da comédia dramática 'Tudo'


Na edição comemorativa de 30 anos do Festival de Curitiba, o curitibano Guilherme Weber volta à cidade para a pré-estreia nacional de Tudo, comédia dramática que tem Julia Lemmertz, Dani Barros e Vladimir Brichta no elenco.

Ele foi curador do festival em cinco edições. Neste período propôs, ao lado de Marcio Abreu, programações que refletiam o comportamento, anseios e expectativas do público.

“O nosso trabalho marca um slogan do Festival, que é o Festival Para Todos. Quando uma curadoria muda, ela muda o olhar a partir dos artistas que os curadores conhecem e frequentam. A gente conseguiu ampliar, ou até inaugurar, uma relação com novas camadas de público. Com fatias de público que já não estavam encontrando pontos de comunhão com o Festival”, diz Guilherme.
  • Veja a programação completa do festival

A escrita de “Tudo” foi comissionada ao dramaturgo argentino Rafael Spregelburgpor para um festival de teatro na Alemanha cujo tema era ideologias em colapso e questionamento das identidades.

A resposta de Spregelburg foi falar de totalidade, ou em suas palavras, “absolutamente tudo.” Para Weber, o dramaturgo é uma das vozes mais originais do teatro contemporâneo, atento às questões latino-americanas, mas com olhar profundamente universal e humano.

No palco são encenadas três fábulas morais que investigam o indivíduo em confronto com o poder — Foto: Annelize Tozetto

No palco são encenadas três fábulas morais que investigam o indivíduo em confronto com o poder — Foto: Annelize Tozetto

No palco são encenadas três fábulas morais que investigam o indivíduo em confronto com o poder: a primeira é presidida pelo absurdo das regras que definem um determinado grupo social; a segunda pela dissolução de palavras e valores do pós-modernismo ao neoliberalismo e a terceira pela ausência de Deus e a inexorável presença da morte.

Na encenação é possível encontrar muito do teatro épico da melhor tradição alemã na forma de contar o que é proposto: a descontinuidade da ação em quadros independentes. O texto trabalha com a união de pólos opostos de sentido e significado: uma fusão da alta cultura com o pop, relatos absolutamente singulares com arquétipos reconhecíveis a todos.

“O pop está na escolha da linguagem, na ideia de um palco totalmente nu, onde as coisas vão se construindo a partir dos nossos corpos. O projeto de luz, bem cortada com grids, nossas interpretações, a trilha sonora feita pelo próprio Guilherme, com referência latina que conversa com o autor”, contam os atores Marcio Vito e Claudio Mendes.
  • O que: Tudo, no 30.º Festival de Curitiba
  • Quando: 01 e 02 de abril às 21h
  • Onde: Teatro da Reitoria (XV de Novembro, 1299)
  • Valores: R$ 80,00 (inteira). Combo (parte 1 + parte 2): R$120,00 (R$60)
  • Ingressos: www.festivaldecuritiba.com.br e na bilheteria física exclusiva do Shopping Mueller (piso L2), de segunda-feira a sábado, das 10h às 22h; domingos e feriados, das 14h às 20h.

VÍDEOS: veja os mais acessados do g1 PR



Fonte: G1


01/04/2022 – Rota do Sol FM

SEGUE A @ROTADOSOLFM

(45) 3287-1475

rotadosolfm@hotmail.com
Boa Vista da Aparecida – PR
Rua Celmo Miranda, 802 – Alto da Colina

NO AR:
ROTA SERTANEJA