NOTÍCIAS


Homem mata vizinho para impedir agressões contra mulher, diz polícia | Paraná


Um homem se entregou à polícia após matar o vizinho na madrugada desta quarta-feira (21) no bairro Umbará, em Curitiba. Segundo a Polícia Civil, o crime foi motivado por o homem não aguentar mais ouvir as brigas entre a vítima e a esposa do vizinho.

Ao g1, a delegada Camila Cecconello, da Divisão de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), disse que o homem confessou o crime e apresentou a faca usada para matar o vizinho.

De acordo com a polícia, ao chegar no local do crime a esposa relatou que ela e o marido tiveram uma discussão, que o vizinho interveio e que os dois homens saíram brigando pela rua.

A polícia foi até a casa do vizinho, mas ele não estava. Na sequência, segundo a corporação, o suspeito veio caminhando em direção a eles e se apresentou.

“Ele até foi trabalhar, só que quando chegou no trabalho estava sentindo que tinha que fazer o certo, tinha que se apresentar e assumir o que ele fez. Ele veio até a gente, se entregou, falou que tinha cometido homicídio e perguntou se a gente queria ter acesso à faca que ele usou no crime”, relatou a delegada.

Violência contra a mulher

Segundo a delegada, o suspeito disse ter cometido o crime por não aguentar mais ouvir as brigas e agressões diárias da vítima contra a esposa.

De acordo com a delegada, há vários registros de acionamento da Polícia Militar feitos pela vizinhança relatando que a vítima e a esposa discutiam e que ele agredia a esposa.

“Têm vários registros que a Polícia Militar ia até o local, só que a esposa dizia que não era bem assim, que não tinha sido agredida e que aqueles machucados não eram de agressão do marido. Então, acabava não tendo um inquérito policial porque a esposa da vítima não representava contra vítima”.

Ainda segundo a polícia, a vítima tinha antecedentes por lesão corporal, violação de domicílio, violência doméstica, ameaça, furto e crimes sexuais.

LEIA MAIS: Justiça concedeu mais de 27 mil medidas protetivas a mulheres no Paraná de janeiro a agosto

  • Saiba como pedir medida protetiva de urgência e acessar botão do pânico
  • Veja os canais de denúncia disponíveis no Paraná

O suspeito foi preso em flagrante por homicídio. Nesta quinta-feira (22) será realizada a audiência de custódia onde o juiz vai decidir se converte a prisão em flagrante em prisão preventiva ou se ele vai responder em liberdade.

Os vídeos mais assistidos do g1 PR



Fonte: G1


21/09/2022 – Rota do Sol FM

SEGUE A @ROTADOSOLFM

(45) 3287-1475

rotadosolfm@hotmail.com
Boa Vista da Aparecida – PR
Rua Celmo Miranda, 802 – Alto da Colina

NO AR:
ROTA SERTANEJA