NOTÍCIAS


Homem suspeito de agredir profissionais de saúde em UPA de Londrina se apresenta na delegacia | Norte e Noroeste


O homem de 35 anos suspeito de agredir servidores que trabalham na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Jardim do Sol, em Londrina, no norte do Paraná, se apresentou à Polícia Civil, que investiga o caso.

UPA Londrina — Foto: Reprodução/RPC

UPA Londrina — Foto: Reprodução/RPC

A defesa dele informou à RPC que a apresentação foi na quarta-feira (28), mas o homem ficou em silêncio durante o depoimento. As agressões aconteceram no sábado (24).

O advogado Claudecir Mariano, que defende o suspeito, explicou que não teve acesso a imagens de câmeras internas da UPA e também às versões dadas ao delegado pelos profissionais de saúde que afirmam que foram agredidos.

Ainda segundo o advogado, o homem negou as agressões. Ele acompanhava o pai, que procurou a UPA, e teria se revoltado com a suposta demora do atendimento.

“Ele diz que foi perguntar aos servidores sobre o atendimento, mas os funcionários não teriam gostado. Houve um empurra-empurra, uma confusão, mas ele garante que não feriu ninguém”, informou.

O homem não chegou a ser preso e responde a acusação em liberdade.

Na segunda-feira (26), profissionais da UPA cobraram mais segurança. Eles relataram que o suspeito das agressões, que tem 35 anos, também tentou esfaqueá-los.

Profissionais de saúde de uma Unidade de Pronto Atendimento de Londrina denunciaram agressões sofridas durante o trabalho — Foto: Reprodução/RPC

Profissionais de saúde de uma Unidade de Pronto Atendimento de Londrina denunciaram agressões sofridas durante o trabalho — Foto: Reprodução/RPC

“Para ele não continuar tentando esfaquear o André e o Cristiano, eu parti para cima dele, só que ele veio para tentar me esfaquear. tentei correr para o lado do raio x, e nisso, veio o doutor, que não estava sabendo o que estava acontecendo. Ele foi para cima do doutor e falou ‘se você vier para cima, eu também acerto o senhor’. Nisso, a esposa dele puxou ele por trás e conseguiu tirar ele da gente, e o punhal caiu”, contou o técnico de enfermagem Elton Rodrigues Fernandes.

A Justiça marcou uma audiência entre as pessoas envolvidas para novembro deste ano. O caso é tratado pela Polícia Civil como ameaça e lesão corporal.

O processo será julgado no Juizado Especial Criminal, que cuida de casos menos graves.

Acusado por agressões contra servidores da UPA do Jardim do Sol se apresenta ao delegado

Acusado por agressões contra servidores da UPA do Jardim do Sol se apresenta ao delegado

As agressões fizeram com que a Secretaria de Saúde de Londrina, que administra a UPA do Jardim do Sol, restringisse o acesso nas dependências internas da unidade.

Segundo a secretaria, apenas acompanhantes de pacientes previstos em lei, como menores de idade, idosos acima de 60 anos e pessoas com deficiência, poderão entrar.

A Secretaria de Saúde confirmou que pediu a presença fixa e 24 horas por dia de guardas municipais na UPA. Hoje, os agentes ficam no local durante a madrugada.



Fonte: G1


29/09/2022 – Rota do Sol FM

SEGUE A @ROTADOSOLFM

(45) 3287-1475

rotadosolfm@hotmail.com
Boa Vista da Aparecida – PR
Rua Celmo Miranda, 802 – Alto da Colina

NO AR:
CONEXÃO 107