NOTÍCIAS


Justiça manda Deltan Dallagnol tirar do ar vídeo em que chama STF de ‘casa da mãe Joana, uma mãe para os corruptos' | Eleições 2022 no Paraná


Uma decisão da Justiça Eleitoral do Paraná determinou que o ex-procurador Deltan Dallagnol, candidato a deputado federal, tire do ar um vídeo publicado nas redes sociais dele em que se refere ao Supremo Tribunal Federal (STF) como ‘casa da mãe Joana’.

A decisão é desta quarta-feira (21). A juíza auxiliar Melissa de Azevedo Olivas disse que afirmação foi “claramente um ataque à instituição suprema do Poder Judiciário brasileiro”.

A assessoria do candidato disse que o vídeo em questão “não contém ataques ao Supremo ou à democracia”. Leia mais abaixo.

A representação que denunciou as publicações foi movida pelo Ministério Público Eleitoral (MPE), sob a alegação de suposta propaganda eleitoral irregular.

Capa do vídeo publicado nas redes de Deltan também chamava STF de 'casa da mãe Joana' — Foto: Divulgação

Capa do vídeo publicado nas redes de Deltan também chamava STF de ‘casa da mãe Joana’ — Foto: Divulgação

Em um vídeo publicado no YouTube, segundo a Justiça Eleitoral, Deltan disse que o STF “é uma casa essencial pra democracia, mas infelizmente se tornou a casa da mãe Joana”.

Na tarde desta quarta, o vídeo e as publicações não estavam mais disponíveis.

“Pessoal, essa casa até pouco tempo era conhecida como a suprema corte do país, e é uma casa essencial pra democracia. Mas infelizmente ela se tornou a casa da mãe Joana, uma mãe para os corruptos do nosso país”, disse o candidato na publicação que não está mais nas redes sociais dele.
  • Saiba tudo sobre as eleições no Paraná
  • Jogo Eleitoral: ferramenta ajuda eleitor a entender o que pensam os candidatos a governador

Na decisão, a juíza disse que a legislação vigente veda propagandas eleitorais que atinjam órgãos ou entidades que exerçam autoridade pública.

Afirmou, também, que “a divulgação das postagens em redes sociais de alta capilaridade implica no alcance de um público numeroso, o que é prejudicial à democracia do país e não se admite”.

Em nota, a defesa de Deltan disse que o vídeo retirado do ar “não contém ataques ao Supremo ou à democracia”, e avaliou a posição do candidato como “críticas duras”.

A defesa destacou, também, que Deltan reconhece no vídeo a importância das instituições e do STF, ressaltando que a instituição é uma “casa essencial à democracia”.

“Ainda que haja críticas duras a respeito da atuação do STF, o vídeo não contém ataques ao Supremo ou à democracia […] O candidato, porém, exerce sua liberdade de expressão para manifestar sua insatisfação com o posicionamento do Supremo em várias decisões que afetaram o combate à corrupção no Brasil, como a anulação de condenações da Lava Jato e o fim da prisão em segunda instância. O vídeo busca trazer à luz debates importantes para a sociedade”.

Vídeos mais assistidos do g1 PR:



Fonte: G1


21/09/2022 – Rota do Sol FM

SEGUE A @ROTADOSOLFM

(45) 3287-1475

rotadosolfm@hotmail.com
Boa Vista da Aparecida – PR
Rua Celmo Miranda, 802 – Alto da Colina

NO AR:
CONEXÃO 107