NOTÍCIAS


Justiça proíbe reabertura de asilo após casos de maus-tratos a idosos, em Maringá


A Justiça decidiu que o asilo Renascer, em Maringá, no norte do Paraná, assim como a proprietária dele, Sandra Raquel Kaminski, não podem mais explorar qualquer atividade de prestação de serviços a idosos.

Conforme a 2ª Vara Cível de Maringá, a decisão do juiz Airton Vargas da Silva, de quinta-feira (17), ocorreu diante da investigação de casos de maus-tratos na instituição, onde dois idosos morreram.

  • Violência contra idosos é silenciosa e atinge mais as pessoas com baixa renda e pouca escolaridade no Paraná
  • Antes de morrer, idoso agredido em asilo detalhou como era maltratado à neta: ‘Me deu um murro, quase afundou a cabeça’, disse
Dona do asilo também foi proibida de prestar serviços a idosos, em Maringá — Foto: Reprodução/RPC

Dona do asilo também foi proibida de prestar serviços a idosos, em Maringá — Foto: Reprodução/RPC

As atividades do asilo estavam suspendas desde agosto de 2021, por meio de uma liminar concedida pelo próprio juiz.

O pedido de fechamento definitivo da empresa, e proibição da dona de voltar a trabalhar com idosos, foi feita pelo Ministério Público do Paraná (MP-PR).

A RPC não conseguiu contato com a defesa da acusada.

Essa decisão é na esfera cível. Além dela, há um processo contra a dona do asilo na justiça criminal, que aguarda julgamento.



Fonte: G1


18/02/2022 – Rota do Sol FM

SEGUE A @ROTADOSOLFM

(45) 3287-1475

rotadosolfm@hotmail.com
Boa Vista da Aparecida – PR
Rua Celmo Miranda, 802 – Alto da Colina

NO AR:
CONEXÃO 107