NOTÍCIAS


Justiça revoga prisão preventiva de suspeito de matar jovem em fila de drive-thru de Cascavel | Oeste e Sudoeste


A Justiça do Paraná revogou a prisão preventiva de Adinei Anelio Rotta, 44 anos, suspeito de matar a facadas o jovem Gabriel Gomes Baiça Neto, 26 anos, na fila de um drive-thru de Cascavel, no oeste Paraná.

Adinei era considerado foragido após ter prisão preventiva decretada, dias depois do crime, e não se apresentar à polícia. Com a revogação, ele responderá o processo em liberdade, com uso de tornozeleira eletrônica.

O crime foi em 22 de maio deste ano (veja detalhes mais abaixo nesta reportagem). O fast food onde tudo aconteceu fica na Avenida Brasil. Em vídeo, gravado de um imóvel vizinho à lanchonete, é possível ver parte da briga que resultou na morte de Gabriel. Veja vídeo acima.

  • RELEMBRE O CASO: Jovem de 26 anos é morto a facadas em fila de drive-thru em Cascavel
  • Polícia identifica suspeito de matar jovem em drive-thru de Cascavel; homem é considerado foragido
Adinei é suspeito de matar Gabriel a facadas em fila de drive-thru — Foto: Polícia Civil do Paraná

Adinei é suspeito de matar Gabriel a facadas em fila de drive-thru — Foto: Polícia Civil do Paraná

Na decisão, o desembargador Xisto Pereira, ao julgar o pedido de habeas corpus feito pela defesa de Adinei, considerou desproporcional a prisão preventiva. Segundo ele, não há indicativos de que o suspeito vai praticar novos delitos ou que ofereça risco a ordem pública.

Além do uso da tornozeleira, Adinei também deverá comparecer mensalmente em juízo e está proibido de manter contato com as testemunhas do crime. A decisão diz ainda que ele não pode sair da cidade sem autorização judicial e nem portar armas. Ficam proibidas na decisão, saídas de casa noturnas do suspeito.

As medidas valem por 90 dias e podem ser prorrogadas, conforme a Justiça.

A defesa da família de Gabriel Baiça, informou que os familiares do jovem estão muito tristes e com sentimento de impunidade, mas que a defesa está trabalhando para reverter a decisão e que se esta não for possível, que seja feito o julgamento do caso o mais breve possível.

A defesa de Adnei Rotta informou que não pode passar detalhes, mas afirmou que ele cumpriu tudo o que foi determinado na liminar concedida no Tribunal de Justiça.

Gabriel Gomes Baiça Neto, de 26 anos, foi morto a facadas em fila de drive-thru — Foto: Arquivo pessoal

Gabriel Gomes Baiça Neto, de 26 anos, foi morto a facadas em fila de drive-thru — Foto: Arquivo pessoal

Briga foi por motivo banal

A delegada Mariana Vieira, que é responsável pelas investigações, afirmou em entrevista no dia 23 de maio que uma discussão por motivos banais culminou no homicídio.

A mulher de Gabriel, Vitória Blenda Beloni, prestou depoimento à policia no dia seguinte ao crime. Vitória relatou que ela, o marido e um amigo estavam em uma fila dupla do drive-thru. O suspeito, relatou ela, achou que eles estariam tentando furar a vez dele.

O suspeito, então, relatou ela, saiu do carro. Conforme Vitória, Gabriel e o amigo fizeram o mesmo e iniciou-se uma discussão.

A jovem afirma ainda que foi agredida pelo suspeito com um soco na cabeça ao tentar separar a briga. Após as agressões, segundo ela, o homem saiu do local batendo nos outros carros que estavam aguardando na fila. A agressão é registrada no vídeo no início desta reportagem.



Fonte: G1


14/06/2022 – Rota do Sol FM

SEGUE A @ROTADOSOLFM

(45) 3287-1475

rotadosolfm@hotmail.com
Boa Vista da Aparecida – PR
Rua Celmo Miranda, 802 – Alto da Colina

NO AR:
A VOZ DO BRASIL