NOTÍCIAS


Manutenção de balsas na Baía de Guaratuba pode ir até agosto, indica contrato


A manutenção das balsas utilizadas para as travessias na Baía de Guaratuba tem até agosto para ser concluída, segundo previsão contratual entre a empresa Internacional Marítima, que está administrando o ferry-boat, e o Departamento de Estrada e Rodagem (DER), que contratou os serviços da empresa de maneira emergencial.

Na quarta (6) e nesta quinta (7), filas voltaram a ser formar entre Guaratuba e Matinhos. O tempo médio de espera chegou a 3 horas, segundo usuários.

  • Ferry-boat volta a ter fila e espera passa de 4 horas, diz empresária: ‘Vontade é de fechar tudo’
“O que era pra ser dentro de um limite, a gente acaba passando né. Fica até mais tarde, volta mais tarde pra casa… Então atrapalha bastante”, disse um motorista.

Na quarta-feira, a Internacional Marítima informou que a demora estava acontecendo por conta da manutenção de balsas.

Fila para atravessar Baía de Guaratuba irrita usuários

Fila para atravessar Baía de Guaratuba irrita usuários

Nesta quinta, a empresa informou que das cinco balsas disponíveis, apenas duas estavam em funcionamento. As outras três estavam em processo de manutenção – uma delas, inclusive, fora d’água, no estaleiro da empresa em São Francisco do Sul (SC).

De acordo com informações repassadas pelo DER à RPC, todas as balsas passarão pelo processo de manutenção e também irão para o estaleiro da Internacional Marítima. O objetivo, segundo o departamento, é garantir mais segurança para as pessoas que utilizam o serviço.

Para tentar minimizar os problemas no serviço, principalmente com a proximidade do feriado de Páscoa, o DER informou que, na semana que vem, se reunirá com a empresa para tratar do aluguel de embarcações em substituição às balsas que estarão fora de operação.

A previsão do DER é que o aluguel das embarcações aconteça entre o final de abril e o início de maio. Uma data específica não foi informada.

Nesta quinta, o DER anunciou que restringirá, a partir de sexta (8), o tráfego de veículos com mais de três eixos e/ou superior a 14 metros na travessia das 6h às 22h. É a segunda vez que o departamento toma esta mesma atitude restritiva em 2022. A primeira aconteceu no carnaval, em fevereiro.

Desta vez, a exceção é para veículos do transporte coletivo de passageiros e veículos prestadores de serviços públicos.

A restrição para os demais vale por tempo indeterminado.

  • Balsa fica à deriva, e passageira desabafa: ‘Dois sentimentos, revolta e medo’
  • Atracadouro de ferry-boat afunda, e concessionária é autuada por falta de esclarecimentos

Na quarta (6), motoristas relataram espera de mais de cinco horas para a travessia entre Guaratuba e Matinhos. Segundo a Internacional Marítima, empresa contratada pelo DER para operar o ferry de maneira emergencial, as filas são devido a “atividades de manutenção”.

Os registros de filas se somam a uma série de problemas enfrentados pelo ferry-boat.

A contratação emergencial da Internacional Marítima foi feita após a caducidade de contrato com a BR Travessias, que descumpriu obrigações na prestação do serviço.

Segundo o Governo do Paraná, 141 autuações foram aplicadas durante o período que a BR travessias ficou à frente do serviço.



Fonte: G1


07/04/2022 – Rota do Sol FM

SEGUE A @ROTADOSOLFM

(45) 3287-1475

rotadosolfm@hotmail.com
Boa Vista da Aparecida – PR
Rua Celmo Miranda, 802 – Alto da Colina

NO AR:
CONEXÃO 107