NOTÍCIAS


Militante do PT diz que médico a ameaçou com tiro na cara e registra boletim de ocorrência | Paraná


Uma militante do Partido dos Trabalhadores (PT) afirmou ter sido ameaçada de “tiro na cara” por parte de um médico e registrou boletim de ocorrência junto à Polícia Civil, que passou a investigar o caso. A situação aconteceu durante uma ação de panfletagem em Curitiba, na terça-feira (27), no calçadão da Rua XV de Novembro.

A ação fazia parte de uma atividade de campanha a favor da candidata a deputada federal no Paraná Carol Dartora e do candidato à Presidência Luís Inácio Lula da Silva, ambos do PT.

Conforme boletim de ocorrência, uma das integrantes foi entregar um panfleto para o médico após ele se aproximar da barraca do partido, quando o homem se negou a receber e disse “vou te dar um tiro na cara” com o dedo apontado para o rosto da mulher.

O boletim ainda registra que o médico, identificado como Ricardo Rosa, também falou “vou pegar o seu aparelho celular e cuspir na cara de vocês”. Depois da situação, um vídeo foi gravado pelos militantes. Assista acima.

Depois, conforme o grupo, o homem foi até uma outra barraca para se esconder. No vídeo, ao ser questionado do próprio nome, o médico responde “Bolsonaro” enquanto está no local que tem imagens de apoio ao presidente e também a candidatos no Paraná que apoiam Bolsonaro.

Por nota, o advogado do médico afirmou que a acusação não procede. Disse, ainda, que Ricardo foi vítima “de constrangimento ilegal e de uma cilada dos militantes políticos”.

A defesa do médico alegou que ele foi acompanhado pelo grupo de forma insistente e que, ao recusar um panfleto pela terceira vez, proferiu palavras contra o candidato Luís Inácio aos militantes e foi cercado.

“O cercaram e prometendo lhe fazer mal injusto e grave o acuaram, resultando o Dr Ricardo, temeroso, pedir para alguém chamar a polícia, e assim foi feito”, finaliza a nota.

Já a defesa de campanha de Carol Dartora ressaltou que inúmeras testemunhas confirmaram a ameaça. Disse, ainda, que Dartora repudia o fato.

“Sabemos que esse ódio é estimulado pela intolerância ao diferente e pelo inconformismo com os valores democráticos por parte de adeptos da ideologia do bolsonarismo. Querem nos amedrontar, nos impedir de exercer nossos direitos políticos, mas não terão êxito”, cita trecho.

A nota ainda afirma que os integrantes da campanha ficaram abalados. “Esperamos que as autoridades atuem com o rigor que a situação exige, para que casos como esse não se repitam e não se concretizem na forma de tragédia”, conclui.

Nas imagens também é registrado pessoas que se dizem testemunhas e afirmam terem visto o homem fazer ameaças à militante.

Procurada, a Polícia Civil afirmou ainda que os envolvidos foram ouvidos ainda na terça e que busca esclarecer os fatos.

Militante do PT diz que médico a ameaçou com tiro na cara e registra boletim de ocorrência — Foto: Reprodução/g1

Militante do PT diz que médico a ameaçou com tiro na cara e registra boletim de ocorrência — Foto: Reprodução/g1



Fonte: G1


28/09/2022 – Rota do Sol FM

SEGUE A @ROTADOSOLFM

(45) 3287-1475

rotadosolfm@hotmail.com
Boa Vista da Aparecida – PR
Rua Celmo Miranda, 802 – Alto da Colina

NO AR:
CONEXÃO 107