NOTÍCIAS


Mourão lamenta assassinato de petista em Foz, mas pede que não haja 'exploração política' do caso | Política


O vice-presidente Hamilton Mourão disse nesta segunda-feira (11) lamentar a morte de um tesoureiro do PT no Paraná neste fim de semana por um apoiador do presidente Jair Bolsonaro, mas que não se deve fazer “exploração política” do caso.

No último fim de semana, o guarda municipal e tesoureiro do PT Marcelo Aloizio de Arruda, de 50 anos, morreu após ser baleado durante sua festa de aniversário em Foz do Iguaçu. Os disparos que mataram Arruda foram feitos pelo policial penal federal Jorge José da Rocha Guaranho, que também foi ferido pelo guarda municipal durante a troca de tiros.

Guaranho se identifica em redes sociais como apoiador do presidente Jair Bolsonaro (PL). A delegada Iane Cardoso, que apura o caso, disse que investiga se as motivações do crime envolveram conflito político entre os dois.

“Olha, é um evento lamentável né? Ocorre em todo final de semana em todas as cidades do Brasil de gente que provavelmente bebe e aí extravasa as coisas, né?”, declarou Mourão.

Um jornalista, então, questionou ao vice-presidente se o caso é preocupante. E Mourão respondeu:

“Não, não é preocupante. Não queira fazer exploração política disso aí. Vou repetir o que eu tô dizendo. E nós vamos fechar esse caixão, tá? Vou repetir o que eu tô falando: pra mim é um evento desses lamentáveis que ocorre todo final de semana nas nossas cidades de gente que briga não e termina indo ou pega caminho de um matar o outro”, respondeu.



Fonte: G1


11/07/2022 – Rota do Sol FM

SEGUE A @ROTADOSOLFM

(45) 3287-1475

rotadosolfm@hotmail.com
Boa Vista da Aparecida – PR
Rua Celmo Miranda, 802 – Alto da Colina

NO AR:
ROTA SERTANEJA