NOTÍCIAS


Mulher que paga do próprio bolso transporte de profissionais municipais de saúde para atendimento em casa lamenta carros parados: 'Revolta'


“Revolta” é a palavra que descreve o sentimento de uma moradora de Ponta Grossa, nos Campos Gerais do Paraná, que paga do próprio bolso o deslocamento para que profissionais municipais de saúde possam fazer atendimento a domicílio para ela.

Segundo Marisa Estela Hadlich, o posto de saúde diz não ter veículo disponível.

Mas há mais de um mês, 30 carros novos da Saúde doados pelo Governo do Paraná ao municípios estão parados em um pátio da prefeitura, sem uso. Eles foram repassados para uso no atendimento primário da área, inclusive no caso de visitas na casa de pacientes.

Veja, abaixo, o que dizem a prefeitura e o governo estadual.

“Aquela imagem [dos carros parados] me causou revolta porque eu preciso direto desses profissionais. Eu dependo né, pela minha mãe ter 94 anos e pelo meu irmão ter doença mental”, desabafou.

A mãe de Marisa, dona Aladi, tem 94 anos, diabete, asma e bronquite. Ela não consegue se deslocar até o posto de saúde. O outro filho da idosa, de 65 anos, tem deficiência e também não consegue se deslocar.

Por conta disso, a paranaense faz o pedido por carro de aplicativo quando precisa que os profissionais visitem a família.

“Eu converso com os profissionais de saúde, eles sempre foram atenciosos comigo. Eu marco, eu pago Uber, o Uber vai lá no posto, pega as profissionais e traz aqui pra dar vacina neles em casa, porque não tem veículo”, contou.
Mulher que paga do próprio bolso transporte de profissionais municipais de saúde para atendimento em casa lamenta carros parados — Foto: Reprodução/RPC

Mulher que paga do próprio bolso transporte de profissionais municipais de saúde para atendimento em casa lamenta carros parados — Foto: Reprodução/RPC

Procurada, a prefeitura afirmou que “está sendo providenciada a transferência dos veículos para o município” e também a cotação do seguro.

Disse, ainda, que também falta fazer a plotagem dos carros.

Por meio de nota, a administração municipal ainda afirmou que, “em contrapartida”, a Fundação Municipal de Saúde “já está montando uma equipe multiprofissional para visitas domiciliares, no atendimento de fisioterapia, nutrição, profissionais médicos e de enfermagem”.

Também por meio de nota, a Secretaria de Estado de Saúde (Sesa) relatou que os carros foram entregues no começo de fevereiro e que a prefeitura informou à pasta que está em processo de regularização junto ao Ciretran da cidade.

Disse ainda, que a administração municipal passou março como provável mês para início do uso dos automóveis.

Veja os vídeos mais vistos do g1 PR:



Fonte: G1


16/03/2022 – Rota do Sol FM

SEGUE A @ROTADOSOLFM

(45) 3287-1475

rotadosolfm@hotmail.com
Boa Vista da Aparecida – PR
Rua Celmo Miranda, 802 – Alto da Colina

NO AR:
ROTA SERTANEJA