NOTÍCIAS


Pais fazem abaixo-assinado após reclamações do atendimento a crianças na rede municipal de saúde de Ponta Grossa


Diante das reclamações do atendimento infantil na rede municipal de saúde de Ponta Grossa, pais e responsáveis decidiram fazer um abaixo-assinado para pedir a volta do Hospital da Criança na cidade. O objetivo, segundo eles, é melhorar o serviço para o grupo.

Desde setembro do ano passado, o formato de atendimento ao público foi descentralizado na cidade. Entenda aqui.

Agora, eles precisam buscar a Unidade Básica de Saúde (UBS) de referência para o atendimento e, em caso de emergência, a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Santa Paula.

Eles reclamam que nas unidades o atendimento demora e, muitas vezes, a espera por uma consulta chega a três semanas. Além disso, o local não tem oferta de medicamento, já que a farmácia infantil fica localizada apenas na UPA Santana.

Com isso, pais precisam se deslocar pela cidade para garantir atendimento à criança.

Segundo a Pâmela, a mãe dela precisou esperar duas semanas para uma consulta quando o paciente apresentava quadro febril há mais de cinco dias.

“Você vai na unidade e precisa esperar uma, duas, três semanas para uma vaga para marcar uma consulta para o teu filho. Tanto a minha mãe ela tem as crianças pequenas, ela ficou duas semanas agora esperando uma consulta”, desabafou.

Segundo ela, quando o atendimento era feito no Hospital Infantil, ele era “decente”.

A indignação também é partilhada pelo João Pedro Krevelim, que ainda está sem atendimento na UBS do bairro onde mora.

“Por mais que eles aleguem que existem as UBS, os postos de saúde, a gente sabe que conta com uma quantia de atendimento limitado. Existem fichas limitadas. E nem todas as ubs estão em funcionamento”, disse.

Até esta sexta (25), 2.370 assinaturas haviam sido feitas no abaixo-assinado.

Por meio de nota, a prefeitura afirmou não ver possibilidade de reativar o Hospital da Criança. Segundo a administração municipal, a troca no formato de atendimento foi positiva.

Disse, ainda, que não tem como o hospital funcionar de portas abertas, mas apenas para encaminhamentos graves via ambulância.

Em relação à medicação concentrada na UPA Santana, a prefeitura afirmou que vai expandir o atendimento infantil também para a unidade, mas sem data de previsão.

Disse, ainda, que vai instalar uma farmácia na UPA Santa Paula, mas também sem prazo para a mudança. Na unidade, conforme balanço, 140 crianças são atendidas em média por dia, com tempo de espera médio de 66 minutos.



Fonte: G1


25/03/2022 – Rota do Sol FM

SEGUE A @ROTADOSOLFM

(45) 3287-1475

rotadosolfm@hotmail.com
Boa Vista da Aparecida – PR
Rua Celmo Miranda, 802 – Alto da Colina

NO AR:
CONEXÃO 107