NOTÍCIAS


Paraná tem pior velocidade média de conexão banda larga da região Sul e fica em 14ª no ranking nacional, diz levantamento | Paraná


Um levantamento feito por uma plataforma que testa redes de internet banda larga em todo o Brasil, apontou que o Paraná tem a pior velocidade média de conexão da região Sul e fica em 14ª no ranking nacional.

A pesquisa mostra que o estado registra velocidade média de banda larga de 109.27 mega bites por segundo (Mbps). Os testes foram feitos pelo aplicativo Minha Conexão, no mês de julho de 2022.

Curitiba ocupa 12ª posição entre capitais, com média de 119.02 Mbps. A capital com velocidade média mais rápida, conforme os testes, é Cuiabá (226.85 Mbps), seguida por Goiânia (211.84 Mbps) e Porto Velho (170.57 Mbps).

Velocidade média de internet por estado (em Mbps)

1º semestre 2022

Fonte: Plataforma Minha Conexão

O empresário Amarildo Oliveira, dono de uma papelaria que oferece serviços de impressão, em Curitiba, conta que os problemas com a conexão lenta de banda larga têm causado prejuízos.

“O cliente reclama que está com pressa, precisa imprimir algo com pressa, a gente precisa da comunicação da internet para servir o cliente. Muitas vezes, ele não faz o serviço. Ele vai embora”, disse.

Segundo ele, foram diversas tentativas de resolver o problema, ele chegou a mudar de operadora, teve que trocar os equipamentos e contratou pacotes mais caros que prometiam melhorar o serviço, mas não adiantou.

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) informou que registrou quase 1 milhão de reclamações contra prestadoras de serviços de banda larga, TV por assinatura e telefonias no Brasil no primeiro semestre deste ano.

A internet é o segundo serviço que mais reuniu reclamações dos usuários: 240.098 em todo o país.

Além das más condições do serviço prestado pelas operadoras, o engenheiro da computação Altair Olivo explica que os motivos dos problemas podem estar relacionados à infraestrutura de determinadas regiões.

“Banda larga, em geral, é trazida através de cabos, mas algumas regiões podem até por dificuldades de levar os cabos, ficar menos privilegiadas que outras”, comentou.

No ranking nacional de qualidade da internet banda larga, a plataforma leva em conta todos os testes que os usuários fazem para medir a velocidade, sem considerar testes feitos em aparelhos celulares. Nos últimos três meses, foram feitos 18 milhões de testes pelos brasileiros.

O engenheiro comentou que as condições climáticas também podem impactar na velocidade. A solução, segundo ele, pode estar no início do sinal em 5G.

“Neste caso (do 5G), não temos tanta necessidade de levar cabos para as residências. Pode melhorar a disponibilidade de acesso para usuários, em geral”, afirmou.

O sinal 5G foi liberado em Curitiba no mês de agosto. A nova tecnologia disponível promete facilitar a vida das pessoas não só nos aparelhos móveis, mas também em diferentes áreas do dia a dia. O Sinal 4G não irá acabar e funciona simultaneamente.

O g1 reuniu perguntas e respostas sobre a nova tecnologia e listou modelos que podem receber o sinal.

Assista aos vídeos mais acessados do g1 PR



Fonte: G1


09/09/2022 – Rota do Sol FM

SEGUE A @ROTADOSOLFM

(45) 3287-1475

rotadosolfm@hotmail.com
Boa Vista da Aparecida – PR
Rua Celmo Miranda, 802 – Alto da Colina

NO AR:
ROTA SERTANEJA