NOTÍCIAS


PF faz operações contra grupo suspeito de lavar R$ 4 bilhões do dinheiro do tráfico em seis estados e no Paraguai


A Polícia Federal está fazendo duas operações para desarticular uma suposta organização criminosa suspeita de lavar R$ 4 bilhões do dinheiro do tráfico de drogas e outros crimes, na manhã desta quinta-feira (3). A ação está sendo coordenada pela delegacia de Londrina, no norte do Paraná.

Ao todo, os agentes cumprem 19 mandados de prisão e 39 de busca e apreensão em seis estados brasileiros. Também há sete ordens judiciais sendo cumpridas no Paraguai, segundo a PF.

A polícia informou que uma das operações, batizada de Sucessão, é um desdobramento da Operação Spectrum, que prendeu Luiz Carlos da Rocha, conhecido como “Cabeça Branca”. A PF diz que o investigado é considerado um dos maiores traficantes de drogas do Brasil.

Nesta nova fase, os agentes cumprem ordens judiciais contra familiares de Cabeça Branca. As investigações apontam que eles ajudavam na lavagem de dinheiro que era obtido com a prática de crimes.

A outra operação recebeu o nome de Fluxo Capital, que investiga uma organização criminosa suspeita de lavar dinheiro e movimentar milhões de reais usando laranjas, empresas de fachada e contadores.

De acordo com a PF, o grupo auxiliava na lavagem de dinheiro de Cabeça Branca e de outras organizações criminosas. As empresas controladas pela associação movimentaram R$ 4 bilhões.

Além disso, os agentes apuraram que o controle das operações de dinheiro era feito por doleiros e donos de casas de câmbio, no Paraguai.

A reportagem está sendo atualizada.



Fonte: G1


03/02/2022 – Rota do Sol FM

SEGUE A @ROTADOSOLFM

(45) 3287-1475

rotadosolfm@hotmail.com
Boa Vista da Aparecida – PR
Rua Celmo Miranda, 802 – Alto da Colina

NO AR:
NATIVO E SERTANEJO