NOTÍCIAS


Produção de ovos no Paraná é afetada por aumento no preço de insumos


O aumento do preço do milho e do farelo de soja afeta a produção de ovos no Paraná em 2022. Os dois insumos representam de 70% a 80% do custo total de produção, segundo avicultores.

O valor dos insumos aumentou em 200% desde o início da pandemia, de acordo com granjeiros.

“Eu acredito que o avicultor que tenha só uma atividade, vai ficar muito difícil ele aguentar mais um ano nessa crise que nós estamos passando”, disse o produtor Dirceu Cortez.

Produtores de milho e soja tiveram perdas significativas por causa de estiagem e geada no ano passado, o que acarretou no aumento do preço.

Produção de ovos no Paraná — Foto: RPC/Reprodução

Produção de ovos no Paraná — Foto: RPC/Reprodução

Os produtores de ovos estão recorrendo à diminuição da produção para evitar prejuízos.

Dirceu, que possui uma granja em Arapongas, no norte do Paraná, cuidava de 300 mil aves no período anterior à pandemia. Atualmente, ele tem 230 mil animais, uma redução de 23%.

Segundo o produtor, esse foi o primeiro corte em 30 anos de atividade no local.

O Paraná é o quinto maior produtor de ovos do país, segundo a Secretaria de Agricultura e Abastecimento (Seab).

Arapongas, Cruzeiro do Sul, Santo Antônio do Sudoeste, Astorga e Mandaguari são as principais cidades produtoras no estado.

Ao todo, há 120 produtores de ovos em território paranaense, entre grandes, médios e pequenos produtores, conforme a Associação Paranaense de Avicultura (Apavi).

g1 PR: vídeos mais assistidos



Fonte: G1


23/01/2022 – Rota do Sol FM

SEGUE A @ROTADOSOLFM

(45) 3287-1475

rotadosolfm@hotmail.com
Boa Vista da Aparecida – PR
Rua Celmo Miranda, 802 – Alto da Colina

NO AR:
NATIVO E SERTANEJO