NOTÍCIAS


Protestos de profissionais de enfermagem: Hospital Pequeno Príncipe cancela cirurgias; veja movimentação no Paraná | Paraná


Na capital, o Hospital Pequeno Príncipe informou que cancelou a realização das cirurgias eletivas que estavam marcadas para esta quarta-feira.

Cerca de 45 procedimentos foram adiados, com adesão de 60% dos profissionais no setor. O hospital informou que está em contato com as famílias para informar sobre o reagendamento.

O Hospital Nossa Senhora das Graças informou que a unidade está se “organizando internamente com uma média de 75% do quadro de enfermagem”, nesta quarta.

Os atendimentos não foram afetados nos hospitais: Cajuru, Marcelino Champagnat, São Vicente, Angelina Caron, na Santa Casa de Curitiba, no Hospital do Trabalhador e no Hospital do Idoso Zilda Arns.

Manifestação pelo piso nacional de enfermagem reuniu profissionais, no Centro de Curitiba — Foto: Victor Hugo Bittencourt/RPC

Manifestação pelo piso nacional de enfermagem reuniu profissionais, no Centro de Curitiba — Foto: Victor Hugo Bittencourt/RPC

O Complexo do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná (UFPR) informou que uma comissão trabalha para avaliação, período a período, dos impactos no quadro de profissionais.

Segundo a direção, serviços essenciais estão mantidos, e cirurgias de emergência e eletivas continuam sendo realizadas.

Trabalhadores da enfermagem fazem manifestação em Curitiba

Trabalhadores da enfermagem fazem manifestação em Curitiba

Em Cascavel, no oeste do Paraná, profissionais se reuniram no Centro da cidade com cartazes, em uma vigília em frente à Catedral. A Direção de Enfermagem do Hospital Universitário informou que a manifestação se estende em um ato em frente à unidade, nesta quarta-feira.

Não há informações sobre cancelamento de procedimentos em Cascavel, por causa da paralisação.

Profissionais de enfermagem protestaram em Cascavel, nesta quarta-feira (21), pelo piso nacional da categoria — Foto: Amanda Guedes/RPC

Profissionais de enfermagem protestaram em Cascavel, nesta quarta-feira (21), pelo piso nacional da categoria — Foto: Amanda Guedes/RPC

Também houve mobilização de profissionais da categoria em Londrina, Rolândia e Maringá, no norte do estado, em Umuarama, no noroeste, e em Ponta Grossa, nos Campos Gerais.

Até a publicação desta reportagem, não havia informações sobre paralisação de atendimentos de saúde nestas cidades.

Assista aos vídeos mais acessados do g1 PR



Fonte: G1


21/09/2022 – Rota do Sol FM

SEGUE A @ROTADOSOLFM

(45) 3287-1475

rotadosolfm@hotmail.com
Boa Vista da Aparecida – PR
Rua Celmo Miranda, 802 – Alto da Colina

NO AR:
SUCESSOS DA TARDE