NOTÍCIAS


Resumo do dia: Paraná, quinta-feira, 24 de fevereiro de 2022


Confira o resumo de algumas das principais reportagens e as mais acessadas pelos leitores do g1 PR, nesta quinta-feira (24).

Comunidade Ucraniana no Brasil repudia invasão russa e relata preocupação

A Representação Central Ucraniano Brasileira repudiou a invasão da Rússia na Ucrânia e relatou preocupação com brasileiros que estão vivendo no país do leste europeu. A invasão foi registrada na madrugada desta quinta-feira (24).

Atualmente, cerca de 600 mil ucranianos vivem no Brasil, o que representa a quarta maior comunidade do mundo. Aproximadamente 80% desta população vive no Paraná.

O presidente da Representação Ucraniano Brasileira, Vitório Sorotiuk, classificou a invasão como “cruel e brutal agressão” por parte da Rússia.

Comunidade ucraniana no Paraná relata preocupação com invasão russa

Comunidade ucraniana no Paraná relata preocupação com invasão russa

Ucraniana que morou no Brasil relata situação em Kiev

A ex-consulesa ucraniana no Paraná Larysa Myronenko, que viveu no Brasil há cerca de 10 anos e atualmente mora em Kiev, capital da Ucrânia, relatou a situação na cidade nesta quinta-feira (24), após a invasão da Rússia ao país.

Em entrevista à RPC, ela afirmou ter ouvido os bombardeios e destacou que os ucranianos estão mobilizados. Ouça, abaixo.

“Hoje é uma grande tristeza, uma grande decepção de tudo o que aconteceu com a Ucrânia e dizendo mais globalmente, na Europa. Às 5h a Rússia atacou a Ucrânia e fomos testemunhas de bombardeios. Infelizmente, isso é trágico, e há mortos da população civil e feridos. Gostaria de dizer que estamos todos sem panico, estamos mobilizados”, disse.

Ucraniana que morou no Brasil relata preocupação em Kiev

Ucraniana que morou no Brasil relata preocupação em Kiev

Paranaense preso por tráfico de drogas na Tailândia não tem relação com outros dois brasileiros detidos

O paranaense Jordi Vilsinski Beffa, de 23 anos, preso por tráfico internacional de drogas na Tailândia, não conhece os outros dois brasileiros também detidos por esse crime no mesmo dia e aeroporto. A informação foi divulgada, na quarta-feira (23), pelo advogado da família, Petrônio Cardoso.

A defesa disse que, apesar das coincidências dos casos, os investigados pelo país asiático não têm nenhum tipo de ligação.

“Ele não conhece a Mary Hellen, que foi a menina presa, que é lá de Minas Gerais. Nem sabemos quem é o outro rapaz. […] Os amigos do Jordi aqui não conhecem e nunca ouviram falar dessa moça”, disse.

Jovem de Apucarana está preso por tráfico de drogas na Tailândia

Jovem de Apucarana está preso por tráfico de drogas na Tailândia

Homem mantém mulher refém com faca no pescoço

Um homem foi preso depois de manter a mulher refém com uma faca no pescoço, em Cascavel, na região oeste do Paraná, segundo a Polícia Militar (PM). O caso foi registrado durante a manhã desta quinta-feira (24).

A polícia informou que a vítima foi libertada sem ferimentos. Uma equipe do Batalhão de Operações Especiais (Bope) de Curitiba chegou a ser acionada.

A PM informou que o caso aconteceu após uma discussão entre o casal, dentro de um apartamento. Vizinhos que moram na região chamaram a polícia.

Homem faz mulher como refém em Cascavel

Homem faz mulher como refém em Cascavel

Ponta Grossa registra mais de 40 violações de direitos a pessoas com deficiência em 1 ano

Ponta Grossa, nos Campos Gerais do Paraná, registrou 46 violações de direito das pessoas com deficiência ao longo do ano de 2021. Em todo o Paraná, o número ultrapassa a marca dos 1.700 casos registrados, de acordo com dados da Ouvidoria Nacional dos Direitos Humanos.

Diante dos casos, especialistas apontam que as denúncias são fundamentais para que órgãos competentes possam intervir nos crimes e proteger as vítimas.

Veja como denunciar maus-tratos a crianças e pessoas com deficiência

Veja como denunciar maus-tratos a crianças e pessoas com deficiência



Fonte: G1


24/02/2022 – Rota do Sol FM

SEGUE A @ROTADOSOLFM

(45) 3287-1475

rotadosolfm@hotmail.com
Boa Vista da Aparecida – PR
Rua Celmo Miranda, 802 – Alto da Colina

NO AR:
ROTA SERTANEJA