NOTÍCIAS


Tartaruga-verde adulta é registrada pela primeira vez no litoral do Paraná, diz UFPR


Uma tartaruga-verde (Chelonia mydas) adulta foi resgatada na última semana por uma equipe do Laboratório de Ecologia e Conservação (LEC) da Universidade Federal do Paraná (UFPR), via Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS). O animal foi encontrado próximo à área do Ferry Boat de Guaratuba, no litoral do Paraná.

“Esta é a primeira vez que uma tartaruga-verde adulta é registrada no Paraná, em 17 anos de monitoramento do laboratório da UFPR e em seis anos de PMP-BS”, afirmou a bióloga Camila Domit.

Conforme o LEC, a tartaruga é macho, tem 107 quilos e mede aproximadamente 102,5 cm de comprimento de carapaça.

O laboratório informou que, após acionamento via rede de encalhes de animais do estado, a tartaruga foi levada ao Centro de Reabilitação, Despetrolização e Análise da Saúde da Fauna Marinha (CRED), localizado no campus de Pontal do Paraná, no Balneário de Pontal do Sul.

Segundo os veterinários, o animal chegou desidratado, desnutrido, com edema generalizado, presença severa de sanguessugas e moderada de cracas.

O animal continua em reabilitação e, segundo o laboratório, somente após resultados de exames complementares a equipe terá um diagnóstico mais preciso sobre o estado de saúde.

A tartaruga-verde é uma das espécies de tartaruga marinha mais abundantes no litoral paranaense, de acordo com o LEC. No entanto, na região encontram-se apenas animais juvenis, que buscam áreas de alimentação e desenvolvimento.

O laboratório afirmou que os animais que aparecem no Paraná nasceram em diferentes áreas de reprodução e vieram desde a ilha de Ascenção, na Inglaterra, até da costa africana e regiões do Caribe.

Conforme o LEC, no Brasil, as principais áreas de desova/reprodução dessa espécie são as Ilhas oceânicas de Trindade, Reserva Biológica do Atol das Rocas e Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha.

Animal foi encontrado próximo à área do Ferry Boat de Guaratuba — Foto: Divulgação/LEC/UFPR

Animal foi encontrado próximo à área do Ferry Boat de Guaratuba — Foto: Divulgação/LEC/UFPR

Neste ano, foram registradas 343 ocorrências de tartarugas-verde juvenis encalhadas no Paraná. Geralmente, as causas estão associadas à captura acidental em redes de pesca, interação com lixo ou colisão com embarcações.

No entanto, segundo o LEC, exames têm destacado que esses animais apresentam altos níveis de contaminação química nos tecidos.

A orientação caso encontre animais marinhos debilitados ou mortos, é ligar para 0800 642 3341 e chamar a equipe de resgate. O atendimento também é realizado via WhatsApp, pelo telefone (41) 99213-8746.



Fonte: G1


25/12/2021 – Rota do Sol FM

SEGUE A @ROTADOSOLFM

(45) 3287-1475

rotadosolfm@hotmail.com
Boa Vista da Aparecida – PR
Rua Celmo Miranda, 802 – Alto da Colina

NO AR:
MANHÃ 107