NOTÍCIAS


Vereadores de Umuarama aprovam repasse da prefeitura de R$ 2,1 milhões ao Hospital Nossa Senhora Aparecida | Norte e Noroeste


Os vereadores de Umuarama, no noroeste do Paraná, autorizaram a prefeitura repassar R$ 2,1 milhões ao Hospital Nossa Senhora Aparecida. O projeto foi aprovado por unanimidade na sessão extraordinária desta segunda-feira (13).

Segundo a Câmara Municipal, a medida foi apreciada em caráter emergencial e levou em consideração a recém interdição do hospital pela Vigilância Sanitária.

Também considerou a suspensão dos serviços após o Ministério Público do Paraná (MP-PR) apontar que o hospital estava há mais de seis meses atuando em condições precárias. A unidade retomou os atendimentos na segunda-feira (6).

  • Professores de Umuarama suspendem greve, e aulas são retomadas na rede municipal
  • Hospital Nossa Senhora Aparecida retoma atendimentos após interdição, em Umuarama

O repasse indicado no projeto de lei, proposto pelo Poder Executivo, ajudará a instituição com o pagamento de despesas, como a compra de equipamentos, insumos e salários dos profissionais de saúde.

Segundo o município, o hospital faz parte da rede da saúde da cidade e passa por dificuldades financeiras. Por isso, o repasse torna-se importante para garantir o direito à saúde aos moradores.

O pagamento aprovado será feito em parcela única, e a prestação de contas da instituição deverá ser feita dentro de seis meses.

Plano de carreira dos professores

Conforme a câmara, nesta segunda-feira, foram apreciados e votados sete projetos de lei, sendo todos de autoria do Poder Executivo.

Dentre eles estava o projeto de alteração do plano de carreira dos professores municipais, mas foi retirado da pauta.

A medida ocorreu porque o prefeito Hermes Pimentel pediu pela retirada antes da votação. O objetivo, conforme o município, é que o conteúdo do projeto seja debatido com a classe dos profissionais da educação antes de uma nova inserção.

O Sindicato dos Servidores Públicos de Umuarama (SISPUMU) informou que concorda com a discussão proposta para ser feita com a categoria, a fim de tentar chegar a um acordo.

Dentre as revindicações da categoria, os profissionais pedem pelo piso nacional do magistério que, atualmente, não é adotado pelo município. A próxima reunião com a prefeitura esta prevista para 23 de junho.

VÍDEOS: Mais assistidos do g1 Paraná



Fonte: G1


13/06/2022 – Rota do Sol FM

SEGUE A @ROTADOSOLFM

(45) 3287-1475

rotadosolfm@hotmail.com
Boa Vista da Aparecida – PR
Rua Celmo Miranda, 802 – Alto da Colina

NO AR:
CONEXÃO 107